Bem-vindo, !|Sair

Novo Aeroporto de Nacala viabiliza negócios no Norte de Moçambique

A entrada em funcionamento do Aeroporto Internacional de Nacala, no Norte de Moçambique, vai permitir viabilizar a zona franca da região, que está a atrair investimentos em diversos sectores da actividade económica, disse o Presidente da República, Armando Guebuza, na cerimónia de inauguração, realizada no passado sábado, dia 13 de Dezembro.

O Presidente moçambicano disse que o aeroporto vai ganhar uma maior dimensão com a conclusão das obras de recuperação e expansão do porto local, construção de raiz do terminal de carvão em Nacala-a-Velha bem como a reconstrução/construção da linha de caminho-de-ferro Moatize/Nacala, via Malawi.

No seu discurso, citado pelo matutino ‘Notícias’ de Maputo, Guebuza agradeceu ao governo do Brasil o ter concedido um crédito de cerca de 250 milhões de dólares, “entrando assim numa parceria com o governo e com a empresa Aeroportos de Moçambique.”

Este novo aeroporto, construído de raiz no local onde anteriormente existia uma base aérea, permite poupar 200 quilómetros por estrada até Nampula, local onde até agora estava situado o aeroporto mais próximo.

O projecto de arquitectura é do atelier brasileiro Fernandes Arquitectos, as obras estiveram a cargo da empresa de construção civil brasileira Odebrecht e o financiamento foi garantido pelo Brasil, ao abrigo de uma linha de crédito.

O aeroporto conta com quatro placas de estacionamento, duas para aviões de médio porte e duas para aparelhos de grande porte e tem capacidade para 500 mil passageiros e 5 mil toneladas de carga por ano.

 

  • Texto publicado hoje, 15 de Dezembro, pelo portal ‘Macauhub’ especializado em informação económica no âmbito dos países de língua oficial portuguesa e da China.

 

  • A imagem que ilustra este texto mostra área de serviços do Terminal do Aeroporto Internacional de Nacala, tal como estava desenhada no projeto de arquitetura da estrutura

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica