Novo motor PurePower para o A320neo certificado pela FAA

O motor que equipará os novo modelo A320neo da Airbus, foi certificado na semana passada pela FAA (Federal Aviation Administration) a entidade reguladora da aviação nos Estados Unidos.

O motor da Pratt & Whitney, com a referência de modelo  PW1100G-JM é o último desenvolvido na gama da família PurePower GTF a ser certificado.

Voou pela primeira vez a 15 de Maio de 2013, acoplado às asas do Boeing 747  de testes da P&W. O primeiro motor a ser colocado em marcha em fábrica foi em 2012 menos de dois anos depois do projecto PurePower ter sido anunciado.

PW1100G-JM_First_flight
Um programa de testes impressionante posto em prática pela P&W levou a que o primeiro A320neo equipado com PW1100G-JM  levantasse voo a 25 de Setembro deste ano, semanas antes do previsto.

Etapa atrás de etapa a P&W foi acumulando milhares de horas de testes em tempo recorde que culmina agora com a primeira certificação.
Greg Gernhardt, presidente da P&W Engines, afirmou aos jornalistas que os motores já fizeram mais de 50 voos de teste no A320neo e que os resultados são óptimos.

O tipo de arquitectura do motor GTF permite que haja espaço para outras evoluções, como a que se verificou agora, em que foi possível, em testes,  reduzir ainda mais o consumo de combustível anunciado no lançamento, em mais dois pontos percentuais.

Esta nova tecnologia (ver descrição abaixo) usada nestes motores de nova geração da P&W permite que sejam os mais potentes a serem montados no futuro no A321Neo com uma capacidade de entrega de cerca de 35.000 libras de impulso em altitude, o que dará, às companhias que adoptarem esta propulsão, a capacidade de voar rotas mais distantes com melhores índices de passageiros e carga.

Este motor oferece uma interessante redução na pegada de ruído e na emissão de CO2 a um nível equivalente a plantar um milhão de árvores ou a retirar 3 milhões de carros das estrada – por avião e por ano.

Os motores da família PurePower já completaram mais de 13.500 horas de teste incluindo 2.000 horas de testes em voo e cerca de 26.500 ciclos.

PW1100G-JM_2

Esta família de motores equipará os novos modelos E2 (Segunda Geração dos E-Jet) da Embraer, que deverão chegar ao mercado em 2018, e os MRJ (Mitshubishi Regional Jets) que chegarão ao mercado em 2017.

A P&W fica agora com dois motores da família PurePower já certificados. O PW1500G para o Bombardier CSeries foi certificado no início de 2013 pela autoridade de transportes do Canadá.


PW-1000G Um motor de nova geração
csm_PW1000G_Main_ebc89174d8

O PW-1000G é um motor a jacto TurboFan, com uma caixa redutora acoplada no veio, que permite variar as velocidades das turbinas.

Este sistema de caixa de velocidade permite que as diversas turbinas possam trabalhar a velocidades optimizadas. A pás da ventoinhas (Fan) podem girar mais lentamente, que as ventoinhas interiores gerando mais empuxo com menos esforço, gerando uma razão de diluição (Bypass Ratio) de 12:1.

O compressor de baixa pressão e a turbina de baixa pressão podem assim rodar mais rápido que a ventoinha, atingindo uma performance optimizada, não sendo necessários mais estágios para incremento de potência, logo menos peças de motor, mais fiabilidade.

Este desenho permite uma melhor eficiência térmica, ou seja menos quebra de energia, uma maior potência com menos consumo, e emissões de gases optimizadas, menos ruído e menor custo de manutenção comparativamente aos motores da actual geração.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica