Os 100 anos de uma invencão primordial

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Há um século, a Breitling criava o primeiro pistão de cronógrafo independente. A fim de celebrar esta inovação importante, que mudaria a imagem do cronógrafo, a marca propõe uma série limitada do seu modelo Transocean, com um novo calibre manufacturado exclusivo e um design inédito que reinterpreta o famoso pistão de 1915.
Os cronógrafos de bolso possuíam apenas um único pistão, alojado na coroa, que assegurava sucessivamente as funções «início», «paragem» e «reinício». Em 1915, a Breitling – especialista em relógios técnicos – está entre as primeiras marcas a propor um relógio de pulso. Mas, ao passar do relógio de bolso para o relógio de pulso, a empresa introduz uma inovação que não passa desapercebida. Gaston Breitling (o filho do fundador) tem a ideia engenhosa de separar, com mais clareza, as funções, criando, para os três comandos do cronógrafo, um pistão independente da coroa. Preocupado com a ergonomia, ele decide posicionar este pistão nas 2h, o local para onde o polegar ou o indicador se dirigem naturalmente, quer o relógio esteja colocado no pulso ou pousado na palma da mão. Em 1923, a Breitling aperfeiçoará este sistema, separando as funções «início/paragem», asseguradas pelo pistão situado às 2h, da função «reinício», activada através da coroa. Esta inovação patenteada permitirá adicionar vários tempos sucessivos, sem ser necessário reiniciar o cronógrafo – quer se trate de cronometrar uma competição desportiva, um procedimento científico ou um tempo de voo. Em 1934, a Breitling dará finalmente ao cronógrafo a sua imagem moderna, criando o segundo pistão independente, destinado exclusivamente ao reinício do cronógrafo. Uma invenção patenteada, rapidamente adoptada por toda a concorrência.
Um cronógrafo monopistão com dupla roda de colunas

A fim de celebrar esta data importante da sua história e da história da relojoaria, a Breitling criou o Transocean Chronograph 1915.

 

Pormenor-Breitling-Transocean-100-Anos

A caixa em aço, concebida no estilo apurado da colecção Transocean, ostenta o famoso pistão situado às 2h, mas num formato redesenhado, alongado e incorporado, que aumenta, ainda mais, a funcionalidade. Uma preocupação com o conforto e a ergonomia que não teria sido negada por Gaston Breitling.

Para que este pistão único pudesse assegurar sucessivamente o início, a paragem e o reinício, os relojoeiros e os engenheiros da Breitling desenvolveram o novo Calibre manufacturado B14 de corda manual, cronómetro oficialmente certificado, dotado de um sistema audacioso de dupla roda de colunas, com duas fases, accionada pelos comandos articulados do cronógrafo, também eles, com dois níveis.
Uma construção inovadora que foi submetida a um pedido de registo de patente. O mostrador prateado em duas zonas, dotado dos pequenos segundos e do contador de 30 minutos, orna-se de grandes numerais árabes e de ponteiros «bâtons», sublinhados com um revestimento luminescente, de cor patinada. Um toque «vintage», reforçado pela antiga assinatura Breitling e pela bracelete em aço entrançado. Um fundo em vidro de safira permite apreciar a construção inédita do movimento de cronógrafo monopistão, dotada da gravura «100e anniversaire 1915-2015» (150.o aniversário 1915- 2015).

Este modelo é editado numa série limitada de 1915 exemplares. Uma peça de colecção para todos os amantes do cronógrafo.

Movimento: Calibre manufacturado Breitling B14, cronómetro oficialmente certificado pelo COSC, mecânico de corda manual, de alta frequência (28 800 alternâncias), 33 rubis. Reserva de marcha superior a 70 horas. Cronógrafo a 1/4 de segundo e contador de 30 minutos. Calendário. Caixa: aço, série limitada de 1915 exemplares. Resistente à água até 100 m. Vidro de safira convexo, anti-reflexo de dupla face. Fundo em vidro de safira transparente. Diâmetro: 43 mm. Mostrador: prata Mercury. Braceletes: pele Barenia, pele de crocodilo ou bracelete metálica Ocean Classic (aço entrançado).

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

TAAG duplica número de voos regulares de carga para três países africanos

No prosseguimento da sua estratégia comercial e com o...

OGMA inaugura nova linha de manutenção de motores GTF da Pratt & Whitney em Alverca

A OGMA – Indústria Aeronáutica Nacional, S.A. inaugura na...

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...