Bem-vindo, !|Sair

Passageiros abandonam avião da Air Macau em Banguecoque

Um avião A321 da Air Macau que na terça-feira, dia 21 de Abril, fazia o voo NX885 entre o Aeroporto Internacional de Suvarnabhumi, na cidade de Banguecoque, capital da Tailândia, e o Aeroporto Internacional de Macau, foi obrigado a retornar ao aeroporto de partida, uma hora depois de ter levantado voo devido a uma avaria num motor.

Depois de uma espera de cerca de duas horas dentro do avião, em que apenas uma comissária de bordo falou particularmente aos passageiros que “estavam à espera que as condições meteorológicas melhorassem” o comandante anunciou que o avião iria seguir para a pista para descolar dentro de dois minutos. Nesta ocasião os passageiros desconfiaram das condições técnicas operacionais da aeronave e recusaram-se a seguir viagem. Depois de um breve tumulto a bordo, levantaram-se e encaminharam-se para fora do aparelho.

A imprensa tailandesa destaca nas notícias online que a tripulação da Air Macau e os responsáveis da companhia actuaram muito mal, pois não esclareceram os passageiros, nem tão pouco lhes disseram o que estava a acontecer.

Mais tarde, em declarações ao canal televisivo tailandês ‘Channel 3’ o supervisor da Air Macau no Aeroporto de Banguecoque, Ekkachai Veerawat, admitiu que o avião tinha um problema num dos motores e que seria reparado, tendo os passageiros sido enviados para um hotel onde aguardam a retoma do voo. O que não coincide com o aviso do comandante de que o avião iria descolar dentro de dois minutos, feita antes do tumulto a bordo. Um tumulto que não foi além de protestos mais exacerbados e estridentes por parte de alguns passageiros, ao contrário do “ambiente de caos a bordo” que chegou a ser apontado por alguns canais de rádio da cidade.

A bordo do A321, matrícula B-MAG, estavam 175 passageiros, a maioria chineses. Segundo a imprensa tailandesa estariam no avião 36 tailandeses, que tomaram a iniciativa de sugerir o abandono do avião, pois durante os cerca de 60 minutos em que esteve a voar, fez um percurso a baixa altitude, com constantes abanões e ruídos esquisitos num dos motores, que segundo alguns passageiros, se assemelhavam a arranques de motos.

Um despacho da agência noticiosa portuguesa Lusa, desta quarta-feira, assinala que a Air Macau reconheceu que o avião regressara na terça-feira à capital tailandesa devido a avaria e que já se encontra reparado.

O ‘NewsAvia’ entretanto apurou que o avião regressou na manhã desta quarta-feira, dia 22 de Abril, a Macau, onde pousou pelas 10h25 locais (04h25 UTC). No dia de hoje o mesmo avião já fez uma viagem de ida e volta entre Região Administrativa Especial de Macau e Hefei/Xinqiao, na República Popular da China, tendo pousado, no regresso, pelas 18h10 locais (12h10 UTC).

 

  • Notícia actualizada – 23h00 UTC

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica