Pilotos evitam desastre com avião da Lufthansa

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

No dia 5 Novembro de 2014, um Airbus A321 da Lufthansa, que voava de Bilbau, em Espanha, para Munique, na Alemanha, com 109 passageiros a bordo, esteve em risco de despenhar-se, quando os sensores congelaram e começaram a enviar dados errados ao sistema de navegação, revelou a revista ‘Der Spiegel’. O incidente foi confirmado por um porta-voz da companhia aérea alemã. O avião começou a descer à razão de 1.000 metros por minuto, mas a tripulação “reagiu bem e com prudência” e o avião chegou ao destino sem problemas, precisou.

A Agência Federal para a Investigação de Acidentes de Voo alemã emitirá um relatório, na próxima terça-feira, dia 24 de Março, com os detalhes do incidente e as suas causas. Segundo a edição deste sábado, 21 de Março, da revista alemã, os sensores congelaram na fase de subida, após a descolagem. Quando o avião se encontrava a 9.000 metros, começou a perder altitude e os pilotos não conseguiram travar a descida com os controlos de navegação manuais, só evitando o desastre ao desligar o computador de voo. A revista ‘Der Spiegel’ assegura que a Lufthansa já registou mais de uma dezena de casos de sensores congelados ou bloqueados, e o porta-voz da companhia revelou que, depois do incidente de Novembro, foram substituídos de imediato os sensores em 80 aviões da família A320.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Duas propostas admitidas para o concurso de exploração e gestão do novo Aeroporto Internacional de Luanda

Uma das propostas foi apresentada por um consórcio constituído...

Avião de passageiros cai perto de Moscovo durante voo de teste – Morreram os três tripulantes

Um avião de passageiros 'Sukhoi Superjet-100' da companhia Gazprom...

Membros do Governo e da ANA fazem primeira visita técnica ao Campo de Tiro de Alcochete

O Ministério das Infraestruturas e Habitação (MIH) e a...