Poderá a Rússia reerguer o “Monstro do Mar Cáspio”?


O anteriormente secreto “Monstro do Mar Cáspio” da União Soviética reapareceu este ano no MAKS air show, mas sem os lançadores de mísseis nucleares de curto alcance destinados a anular as defesas do Ocidente num ataque ao nível do mar. O “KM” ekranoplano original – desenhado para viajar a alta velocidade, apenas a 150 metros de altitude, numa almofada de ar – foi criado em meados dos anos 60 e é indiscutivelmente uma das armas mais estranhas surgidas durante a Guerra Fria. O “Lun-class” que se seguiu apresentava seis tubos lança-mísseis e entrou ao serviço da Marinha soviética no final dos anos 80. Voando mesmo acima da água, a União Soviética acreditava que os seus ekranoplanos seriam invisíveis aos radares ocidentais e poderiam lançar uma barragem de mísseis antes de serem detectados.

À medida que os russos querem reviver e modernizar a sua grande e poderosa indústria aeroespacial, um gabinete de design vê um grande potencial na reprodução do ekranoplano soviético para o transporte de passageiros e de carga. Sergey Korolev, do Alexeyev Central Hydrofoil Design Bureau espera que o modelo apresentado no MAKS possa renovar o interesse por este tipo de veículo de efeito de solo e vê nos mercados turísticos endinheirados da China e do Médio Oriente as melhores fontes de investimento. Dois concepts foram apresentados num filme de animação no MAKS: um veículo de transporte de 50 passageiros e outro de patrulhamento a alta velocidade, com um barco rápido incluído para policiamento da costa e missões anti-pirata. Korolev acredita que será mais sensato apostar num ekranoplano com propulsão por filas de turbojets ou motores turboprops para velocidades de 250 km/h.

Ekranoplan

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica