Bem-vindo, !|Sair

Portuguesa entre os 10 mortos de um desastre aéreo no Uruguai

Um avião Beechcraft B90 King Air, de registo argentino (LV-CEO), caiu na noite de quinta-feira, dia 19 de Março, poucos minutos após a descolagem do Aeroporto Internacional Carlos A. Curbelo de Laguna del Este, no Uruguai. O aeroporto de destino era San Fernando, um aeroporto situado na província de Buenos Aires, na Argentina, dedicado à aviação geral e às escolas de voo.

A bordo seguiam oito passageiros e dois pilotos que morreram no acidente. A aeronave caiu pelas 20h37 locais numa zona de pequenos lagos, tendo ficado meio submersa, assente numa profundidade de cerca de um metro. Isso não evitou que o aparelho tivesse sido envolvido por um grande incêndio, no qual os seus ocupantes ficaram carbonizados. Fontes aeroportuárias e vizinhos do local onde o avião se despenhou reportaram ter ouvido uma grande explosão, na mesma hora do acidente.

A Força Aérea Uruguaia distribuiu um comunicado em que confirmou o acidente e a identificação dos ocupantes, havendo a bordo uma portuguesa. Marta Pires Vieira, tinha 41 anos de idade, e era assistente do presidente da empresa ‘Congressos Rural’, da Argentina. Todos os ocupantes eram funcionários da holding Rural S. A., empresa concessionária do Centro de Congressos de Punta del Este, no Uruguai, que se tinham deslocado à cidade de Maldonado para uma reunião com os sócios uruguaios e com as entidades locais, com vista à preparação de um programa que contempla a realização de diversos eventos. A Rural, que também é concessionária do maior centro de congressos da Argentina, é uma das mais importantes empresas do sector na América Latina. A administração distribuiu um comunicado a lamentar as perdas dos seus diretores e funcionários e a disponibilizar apoio aos familiares dos falecidos.

O avião envolvido no acidente estava ao serviço da empresa argentina de aviação executiva ‘Aviajet, S. A.’ desde 2010. Segundo a imprensa argentina de hoje, sexta-feira, dia 20 de Março, a aeronave tinha sofrido um grave incidente em Novembro de 2013 quando aterrou com o trem retraído num aeroporto argentino. A agência de notícias argentina Télam noticia que o incidente foi confirmado pela Junta de Investigação de Acidentes da Aviação Civil da Argentina, que referiu graves danos estruturais na aeronave, após a ocorrência. Refere ainda a Télam que a Aviajet estava proibida pela Autoridade Nacional de Aviação Civil de voar para aeroportos estrangeiros desde 25 de Julho de 2014.

Os pilotos tinham vasta experiência neste tipo de aeronave. Contudo, a imprensa uruguaia especula com o fato do comandante fazer o seu primeiro voo ao serviço da Aviajet. Luís Pivida, de 59 anos de idade, tinha mais de 10.000 horas neste tipo de avião, esclareceu o irmão, em declarações a um canal televisivo. Afirmou na noite passada que o Luis Pividia passou grande parte da sua vida a voar e que o Beechcraft B90 King Air era muito familiar para ele.

 

 

Vídeo do Youtube em que se vê o Beechcraft argentino acidentado no Uruguai, a aterrar no Aeroporto de Rosário em Julho de 2013. É da autoria de ‘Facundo Rovira’:

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica