Qantas escolhe a Airbus para a renovação da sua frota de voos domésticos

A companhia australiana Qantas selecionou as famílias Airbus A320neo e Airbus A220 como as aeronaves preferidas para a renovação a longo prazo da sua frota doméstica de aviões de fuselagem estreita, anunciou a empresa nesta quinta-feira, dia 16 de dezembro.

Um comunicado da Qantas anuncia que a companhia já optou por uma encomenda firme para 40 aeronaves de corredor único – 20 A321XLR (extra longo alcance) e 20 A220 – que deverá ser confirmada até final do próximo ano. Decorrem neste momento negociações com a fábrica europeia quanto às configurações das aeronaves, pertencendo a palavra final aos responsáveis máximos pela gestão da companhia australiana.

A Qantas fica com direitos sobre mais 94 opções de compra de aeronaves de corredor único, ao mesmo preço que for negociado agora, durante mais de 10 anos, uma vez que os seus Boeing 737-800 e Boeing 717 atualmente na frota serão gradualmente eliminados na próxima década.

A encomenda é adicional ao acordo existente entre a Jetstar, companhia subsidiária da Qantas, e a Airbus para mais de 100 aeronaves da família A320neo. Parte deste novo acordo inclui a combinação destas duas encomendas para que o Grupo possa efetuar um total de 299 entregas em ambas as famílias A320 e A220, conforme necessário durante a próxima década e para além desta, para as companhias do grupo: Qantas, QantasLink e Jetstar.

Este negócio, uma vez terminado, representará a maior encomenda de aviões da história da aviação australiana. Os detalhes financeiros do negócio não foram revelados, mas, refere o comunicado da Qantas, “representam um desconto material em relação aos preços da lista”.

O anúncio de hoje segue-se a uma revisão detalhada pela engenharia da companhia aérea, operações de voo, experiência do cliente, rede, aquisição de frota e equipas financeiras. A companhia aérea realizou uma avaliação detalhada das famílias A320neo e B737 MAX, bem como dos mais pequenos Airbus A220 e Embraer E190/195-E2.

 

Características dos aviões selecionados

A encomenda firme inicial feita à Airbus concentra-se no A321XLR de corredor único, e no A220-300 de tamanho médio, com opções de direito de compra para o menor A220-100, dando a Qantas uma mistura de frota que pode proporcionar melhores escolhas de rede e economia de rotas.

O XLR pode transportar cerca de 15% mais passageiros em cada voo do que os atuais Boeing 737-800 da companhia aérea, o que o torna bem adequado para rotas movimentadas entre capitais como Melbourne, Sydney e Brisbane. O seu maior alcance significa que também pode ser utilizado para abrir novos destinos onde não chegam em voo direto os B737-800.

As aeronaves de pequena e média dimensão A220 proporcionam ao grupo flexibilidade para a utilização destas aeronaves durante a maior parte das suas operações domésticas e regionais. Podem ser utilizados durante as horas de ponta entre as principais cidades e em rotas regionais chave para aumentar a frequência.

Ambos os tipos de aeronaves serão alimentados por motores Pratt & Whitney GTF™ e proporcionarão economias de combustível entre 15 a 20 por cento, contribuindo para os esforços mais amplos de redução de emissões de carbono do principal grupo de aviação comercial da Austrália.

1 Comments

  1. Avatar

    sugestão . talvez “propulsionados” em vez de “alimentados”

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica