Qatar Airways programa abertura dos voos para Luanda para este ano

A Qatar Airways divulgou esta semana o seu programa de voos para a temporada de Inverno IATA 2020-2021. Trata-se de uma programação que a companhia diz ser realista, face às restrições impostas pela pandemia e pelos governos de diversos países, nomeadamente quanto às viagens internacionais.

Num comunicado a empresa aérea, cotada entre as de melhor serviço ao passageiro em todo o mundo, refere que está a aproveitar “o seu conhecimento nos fluxos globais de passageiros e nas tendências de reserva para oferecer um horário de Inverno fiável a todos”, após se ter tornado na “maior transportadora internacional durante esta crise”.

“Embora nenhuma companhia aérea possa prever com 100% de certeza como o mercado irá recuperar ou futuras restrições de entradas, a nossa experiência permite-nos construir um horário realista de voos com a maior confiança”, considera Akbar Al Baker, presidente executivo do Grupo Qatar Airways, que adianta: “Desde o início da pandemia, já voámos mais de 175 milhões de quilómetros, levando para casa mais de 2,3 milhões de passageiros em mais de 35.000 voos. Também já operámos mais de 400 voos charter em todo o mundo, o que nos permite estar a par dos mais recentes procedimentos aeroportuários”.

Até final do corrente ano, a Qatar Airways planeia reconstruir a sua rede para 124 destinos, incluindo 21 em África, 10 nas Américas, 42 na Ásia-Pacífico, 38 na Europa e 13 no Médio Oriente.

Na nova rede estruturada pela companhia do Golfo Pérsico destaca-se na África, voos de Doha, capital do Qatar, para Maputo (Moçambique), para onde a companhia já voava desde há alguns anos, e Luanda (Angola) que será uma estreia. Durante o período mais agudo da pandemia, a companhia realizou alguns voos, de carácter humanitário, para a capital angolana, com aviões Boeing 787-8 e Airbus A350-900 para entrega de equipamentos hospitalares e farmacêutico.

Nas Américas está previsto até dezembro o regresso dos voos regulares ao Aeroporto de São Paulo/Guarulhos.

A reabertura dos voos Doha-Lisboa (Portugal) foi adiada para o próximo ano, provavelmente em março no ínício da época de Verão IATA. A companhia até antes da pandemia tinha voos diários nessa rota operando com um Boeing 787-8.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica