Bem-vindo, !|Sair

Qatar recusa receber primeiro A320neo – B737MAX apontado como alternativa

A Qatar Airways anunciou na sexta-feira, dia 3 de junho, que cancelou a receção do primeiro avião A320neo, modelo da construtora europeia do qual a companhia árabe seria o lançador mundial.

Akbar Al Baker, presidente executivo da companhia do Qatar, citado por diversas agências noticiosas do Médio Oriente, confirmou que os problemas com o A320neo persistem, ao nível dos motores CFM.

Esta a razão porque a entrega do primeiro avião foi sucessivamente adiada, e agora recusada pela empresa aérea, que já encetou negociações com a Boeing, tendo em vista uma eventual substituição da encomenda de 80 aparelhos A320neo pelos B737MAX. Contudo, avisou Al Baker, não há ainda corte com a Airbus, pois há ainda a promessa e a esperança de que os problemas com os motores serão resolvidos dentro de poucos meses, provavelmente com a aquisição de motores de uma outra fábrica, com a qual a Qatar já está também a conversar.

Os atrasos dos novos A320neo têm provocado alguns constrangimentos na gestão da frota da Qatar Airways, mas Al Baker, em declarações aos jornalistas em Dublin, à margem da Assembleia Anual da IATA, disse que a companhia não exigirá compensações à construtora Airbus. Mas reconhece que, por esse motivo a companhia terá menos cinco aviões de médio curso neste Verão. “É por esta razão que nós estamos a reclamar e pelo previsto grande impacto que terá nas nossas operações”, esclareceu o presidente da companhia árabe.

A Qatar Airways irá também executar as cláusulas de recusa do equipamento por não conformidade com o contrato no que se refere aos outros quatro A320neo que a companhia iria receber neste ano.

Mas os problemas da Qatar com a Airbus não se ficam pelos problemas com a motorização dos novos A320. Akbar Al Baker disse que a companhia deveria ter recebido em fevereiro passado três aviões A350 XWB que não foram aceites por os interiores das cabinas não estarem de acordo com o que foi contratado. Contudo, a companhia espera receber neste ano 10 aparelhos A350 XWB, entrega que foi garantida por Fabrice Brégier, presidente da Airbus, que afirmou que as questões em aberto já estão resolvidas. Quanto ao A320neo com motores CFM demorarão ainda algum tempo, reconheceu o responsável máximo da Airbus.

1 Comments

  1. Na verdade o problema não é com os motores CFM, e sim com os motores Pratt & Whitney Geared Turbofan. Uma possivel alternativa seria trocar a motorização dos A320neo para motores CFM Leap- 1A.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica