Bem-vindo, !|Sair

Queda de Beechcraft Super King mata 10 paramilitares na Índia


 

Um avião bimotor Beechcraft  Super King B200, registo civil VT-BSA, ao serviço da Força de Segurança de Fronteira da Índia, despenhou-se na manhã desta terça-feira, dia 22 de dezembro, na cidade de Nova Deli, poucos minutos depois de ter levantado voo.

A bordo seguiam oito passageiros e dois pilotos que morreram no acidente. O avião, que viajava para Ranchi levando a bordo inspectores e técnicos paramilitares, e caiu sobre os muros de uma propriedade agrícola na povoação de Shahbad Muhammadpur, no distrito de Dwarka, muito próximo de uma das cabeceiras da pista do Aeroporto Internacional Indira Ghandi, de onde descolara pelas 09h37 locais.

O Ministério da Administração Interna da Índia, que tutela a instituição dona do avião (designação em inglês ‘BSF – Border Security Force’) já revelou a lista de passageiros, em que estão incluídos diversos quadros da organização e técnicos superiores, que se deslocavam em viagem de serviço.

O avião, construído em 1994 (número de série BB-1485), tinha motores P&W PT6A-42 e estava ao serviço da BSF desde julho de 1995.

Informações que estão a ser transmitidas pelos mídia indianos na manhã desta terça-feira apontam que o avião estava a retornar ao aeroporto de saída, devido a um problema mecânico detectado pela tripulação três minutos após a descolagem.

Não há qualquer informação oficial sobre as causas do desastre.

A aviação, civil e militar, no subcontinente indiano apresenta níveis de sinistralidade preocupantes. Não só por avarias técnicas, que muitas vezes são devidas a manutenção deficiente das aeronaves, como também por erros humanos.

No aspecto militar e paramilitar, nos últimos três anos, cerca de duas dezenas de aviões caíram devido a avarias e erros humanos, avançam esta manhã as agências noticiosas internacionais.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica