Queda de bimotor no Chile provoca seis mortos e dois feridos

A queda de um avião bimotor Pilatus Britten-Norman BN-2B-27 Islander, em Puerto Montt, no Chile, provocou a morte dos seis ocupantes – um piloto e cinco passageiros – e ferimentos em duas pessoas.

O acidente ocorreu na terça-feira, dia 16 de abril, quando o aparelho, matrícula CC-CYR, ao serviço da companhia ‘Archipiélagos, Servicios Aéreos’, descolou do aeródromo La Paloma/ Marcel Marchand, em Puerto Montt, em direção a Ayacara, nos arredores da cidade de Aysén, a cerca de 1.600 quilómetros a sul da cidade de Santiago, capital do Chile.

 

Segundo testemunhas, o avião terá perdido altitude na ocasião da descolagem e foi travado por cabos de transporte de electricidade. Caiu numa zona residencial, embatendo numa das casas de madeira que formam o aldeamento. A casa não tinha pessoas dentro, mas dois transeuntes foram apanhados por estilhaços do impacto da aeronave na casa, tendo sido transportados para um hospital onde ficaram para observação.

O avião envolvido no acidente Fotos © TWITTER/@Air Disasters.

O avião e os ocupantes ficaram carbonizados num grande incêndio que se seguiu à queda da aeronave, agravado, não só pelo facto do aparelho levar os depósitos cheios de combustível, como também pelo facto de ter embatido numa casa de madeira.

A companhia a que pertencia a aeronave é especializada em voos para zonas recônditas do Chile, de difícil acesso, normalmente no interior de vales e montanhas e com aeroportos de pisos irregulares.

Segundo o governador da cidade de Puerto Montt, Harry Jüguensen, o avião e o piloto tinham as suas licenças atualizadas.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica