Bem-vindo, !|Sair

Queda de Cessna Gran Caravan na Tanzânia mata 11 pessoas

Um avião monomotor Cessna 208B Grand Caravan, matrícula 5H-EGG, ao serviço da companhia Coastal Aviation, empresa que realiza voos para zonas de safaris na África Oriental, despenhou-se nesta quarta-feira, dia 15 de novembro, na área de Empaakai, no norte da Tanzânia, tendo morrido todo os 11 ocupantes (10 passageiros e um piloto).

O acidente aconteceu pelas 11h00 pela manhã quando a aeronave transportava um grupo de pessoas entre dois campos de reservas de animais selvagens, desconhecendo-se se seriam turistas ou apenas trabalhadores desses locais. Cerca de quatro horas depois chegaram ao local as primeiras equipas de busca e resgaste que, apenas, puderam confirmar que os destroços eram do avião desparecido junto dos quais jaziam os corpos dos 11 ocupantes. A aeronave terá caído junto da cratera do vulcão Empaakai, no Parque Natural de Ngorongoro, numa zona de muito difícil acesso.

A empresa confirmou o acidente e nas suas contas nas redes sociais referiu-se à grande experiência do piloto a voar no continente africano desde há vários anos. Julian Edmunds, diretor da Coastal Aviation, escreveu que tem uma grande confiança nas suas tripulações e nos aviões da sua frota.

A identidade das vítimas só será revelada na quinta-feira, dia 16 de novembro, segundo a empresa aérea, que justificou com o fato das famílias deverem ser avisadas antes dos nomes circularem na imprensa. A atitude da Coastal, se bem que seja bastante compreensível, levantou suspeitas em alguns meios africanos de que entre as vítimas do desastre poderão existir turistas estrangeiros.

As autoridades aeronáuticas tanzanianas nomearam uma comissão de inquérito para inspecionar os destroços e o local do sinistro e apurar as causas do desastre.

 

  • Foto © Jan Mangelschots/Air-Britan Photographic Images Collection

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica