Queda de helicóptero mata sete pessoas na Itália

Serviços governamentais de Itália anunciaram na manhã deste sábado, dia 11 de junho, que foram localizados os destroços de um helicóptero civil que estava desaparecido desde a passada quinta-feira, dia 9, entre as regiões da Toscana e da Emilia-Romagna.

Todos os sete ocupantes da aeronave morreram carbonizados no desastre, cuja origem, para já se desconhece.

Os destroços foram localizados por helicópteros que participam nas buscas desde há dois dias, numa área de vegetação bastante densa a cerca de 1.900 metros de altitude no monte Cusna na área dos Apeninos. O local é de acesso muito difícil, mas uma clareira criada pelo eventual incêndio que envolveu o helicóptero sinistrado e o brilho de alguns elementos metálicos alertaram as equipas de resgate, que logo confirmaram o acidente. Elementos da Força Aérea Italiana, Socorro Alpino, Guarda de Finanças, Corpo de Bombeiros e Carabinieri estão tentando chegar ao ponto de impacto, revelaram as agências noticiosas na manhã deste sábado.

O aparelho envolvido no acidente é um Agusta AW119 Koala, que tinha partido de Luca (Toscana), às 09h30 da quinta-feira com o piloto e um grupo de seis empresários e homens de negócios, quatro turcos e dois libaneses, que se deslocavam a Resana, na província de Treviso, onde iriam visitar uma fábrica de papel.

Um vídeo enviado de bordo por um dos passageiros para um familiar, realizado logo após a descolagem, mostra as más condições atmosféricas que se verificavam durante a viagem, opinião corroborada por algumas testemunhas que assistiram à descolagem do helicóptero em Luca, durante um temporal com chuva intensa e vento.

  • Nota do editor: A imagem de abertura é meramente ilustrativa. Trata-se de um helicóptero Agusta AW119. Contudo, não está diretamente relacionado com este acidente.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica