Queda de Tu-154 no Mar Negro atribuída a desorientação espacial do comandante


 

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou nesta quarta-feira, 31 de maio, que o acidente sofrido pela aeronave Tupolev Tu-154 sobre o Mar Negro, em dezembro de 2016, (LINK notícia relacionada), se deveu a um eventual erro do comandante.

“A investigação descobriu que o incidente poderá ter sido provocado pela perda da orientação espacial do primeiro piloto da aeronave, o que levou a ações erradas na operação da aeronave”, afirma um comunicado distribuído pelo ministério.

“Não foram encontradas violações das regras de abastecimento no aeroporto de Sochi, nem sinais de impactos externos”, revelou.

De acordo com o comunicado, não foram encontradas violações dos requisitos atuais relativos ao assentamento de passageiros na cabina do Tu-154, nem à centralização de carga.

No dia 25 de dezembro de 2016, o avião Tu-154 do Ministério da Defesa da Rússia, que partiu de Moscovo para a Síria, caiu no Mar Negro, logo após o reabastecimento e descolagem da cidade de Adler, no sul da Rússia, perto de Sochi.

O avião transportava 92 pessoas, incluindo oito membros da tripulação, 64 músicos do coral Aleksandrov, nove jornalistas, a chefe da Fundação Fair Aid, Elizaveta Glinka e dois funcionários públicos. Deste acidente, não houve sobreviventes.

 

  • Foto de entrada: Antonio_D50.livejournal.com

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica