Ryanair anuncia voo Ponta Delgada-Frankfurt e retoma da ligação para Londres

A companhia de baixo custo irlandesa Ryanair vai ligar o Aeroporto de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, nos Açores, às cidades de Frankfurt, na Alemanha, e de Londres, no Reino Unido, no próximo verão, informou a transportadora aérea na quinta-feira, dia 29 de setembro.

José Espartero, que falava em conferência de imprensa, realizada na ilha de São Miguel, disse que a ligação para a cidade alemã será realizada aos sábados, indo ainda a companhia irlandesa, também a partir de Ponta Delgada, aumentar em mais duas as frequências com Lisboa, passando estas de 13 para 15 por semana.

As duas ligações internacionais anunciadas, uma delas é retoma, já que Ponta Delgada-Londres esteve suspensa este ano, referiu que a companhia pretende estender ambos os voos ao longo de todo o ano.

“A ideia é manter todo o ano a operação para Frankfurt e para Londres também. Mas, de momento, as reservas disponíveis são para o verão de 2017, que começa em março e acaba em outubro para a companhia”, frisou José Espartero.

A Ryanair assegura ligações de Ponta Delgada para Lisboa e Porto, desde março do ano passado, e vai começar a operar estas duas rotas também a partir da ilha Terceira, em dezembro próximo.

O secretário regional dos Transportes e Turismo, que esteve presente na conferência de imprensa realizada pela Ryanair, em Ponta Delgada, declarou que o Governo dos Açores vai promover em parceria com a operadora, durante o inverno, duas campanhas promocionais do destino Açores, cada uma no valor de 90 mil euros, nos mercados de Frankfurt e Londres, visando preparar a operação de verão.

Vítor Fraga considerou que esta ligação da Ryanair a Frankfurt não vai gerar concorrência ao grupo SATA, que assegura também ligações com a cidade germânica, referindo que a operadora de baixo custo “tem um nicho de mercado completamente distinto do que é a base da captação de fluxos turísticos da Alemanha” para os Açores.

A SATA assegura atualmente uma ligação semanal no inverno com Frankfurt e duas no verão.

“Vamos ter acesso com esta operação a nichos de mercado que até agora não tínhamos, havendo uma complementaridade em termos de captação de fluxos turísticos para os Açores. Vamos ter pessoas a visitar a região que, em outras condições, certamente não o fariam”, concluiu Vitor Fraga.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica