Bem-vindo, !|Sair

Ryanair reafirma pouca adesão à greve dos tripulantes portugueses

Curso ISEC_Absant fev2018A companhia irlandesa de baixo custo Ryanair revelou em comunicado divulgado no fim da tarde desta quinta-feira, dia 29 de março, que “houve um pequeno número de voos cancelados, mas os clientes foram recolocados em voos extra que operaram esta manhã de bases da Ryanair fora de Portugal para o Porto e Faro. Foram também marcados voos adicionais para esta sexta-feira, dia 30 de março, “para acomodar passageiros perturbados por esta greve”, lê-se no comunicado.

A empresa irlandesa reafirmou que a “grande maioria” dos tripulantes esteve “a trabalhar dentro da normalidade”, à semelhança da informação dada durante a manhã.

Não obstante essa afirmada normalidade a Ryanair voltou a pedir “sinceras desculpas aos clientes e respectivas famílias afectados por estes atrasos, provocados por esta greve desnecessária e injustificada”.

“Estamos bastante gratos aos nossos tripulantes de cabina portugueses por colocarem os nossos clientes em primeiro lugar, ignorando esta greve”, afirma a companhia, que referiu que informações sobre os voos podem ser consultadas no seu site.

Os tripulantes de cabina da Ryanair em Portugal cumprem desde a meia-noite o primeiro de três dias de greve não consecutivos para exigir que a companhia aplique a lei nacional.

Na manhã desta quinta-feira, dia 29, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) garantiu à agência noticiosa ‘Lusa’ que a adesão à greve dos tripulantes portugueses da Ryanair ultrapassava os 90% e que a transportadora aérea estava a substituir os grevistas por tripulantes de outros locais, “cometendo uma ilegalidade” (LINK notícia relacionada).

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica