SATA Azores Airlines fez voo charter entre São Miguel e a Ilha Bermuda

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A SATA Azores Airlines concluiu mais uma operação charter, que a companhia portuguesa considera, em comunicado, como “muito especial”. Desta vez, tratou-se de um voo que assegurou o transporte de açorianos que vivem e trabalham na ilha Bermuda, um território ultramarino britânico nas Caraíbas, e que contam com dupla residência.

Considerando a ligação afetiva que existe entre os arquipélagos dos Açores e das Bermudas, esta operação aérea assumiu um carácter especial, tendo em conta o entusiasmo com que é sempre acolhida a companhia aérea dos Açores, nas geografias onde residem comunidades açorianas.

Para a transportadora aérea portuguesa, que tem sede na Região Autónoma dos Açores, tratou-se de “mais uma oportunidade de ver cumprida aquela que é a sua principal missão: unir os Açores ao Mundo e unir os Açorianos entre si”, sublinha a nota de imprensa distribuída nesta quinta-feira, dia 23 de julho.

Quer na partida, quer na chegada ao destino, as manifestações de alegria não tardaram a ser publicadas nas redes sociais. “Partida do Magical com destino à Bermuda para ir buscar a nossa gente” lia-se no texto que acompanha a fotografia da descolagem no Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel. “Já se faz sentir a chegada da Azores Airlines à Bermuda, com um céu destes vão de certeza fazer, como sempre, uma boa aterragem” lê-se a acompanhar um conjunto de fotografias tiradas por quem esperava ansiosamente pela aterragem da aeronave, no Aeroporto L. F. Wade Internacional das Bermudas.

Foi neste ambiente de proximidade e de entusiasmo, e com o sentimento de mais uma missão cumprida, que a companhia aérea deu por concluída mais uma missão especial realizada em contexto de pandemia, numa altura em que, a bordo e em terra, se redobram os cuidados para que os viajantes se sintam protegidos e tranquilos, ao longo dos seus percursos.

A ligação direta Ponta Delgada-Bermuda-Ponta Delgada confiada à companhia aérea SATA Azores Airlines, realizou-se na terça-feira, dia 21 de julho, em equipamento A321neo LR, matrícula CS-TSH (‘Magical’). O voo de regresso ao Aeroporto João Paulo II, descolou do Aeroporto L.F. Wade às 13h40, tendo aterrado no Aeroporto João Paulo II (Ponta Delgada, S. Miguel, Açores) à hora prevista, ou seja, quando eram 21h15 locais. Um voo de cerca de 04h30 em cada direção.

Esta operação aérea humanitária surgiu da cooperação entre o Governo das Bermudas, o Consulado de Portugal no arquipélago das Bermudas e através do agente fretador, ‘Trip Ltd.’.

 

  • Na imagem de abertura vemos o A321neo LR da Azores Airlines ano Aeroporto Internacional L. F. Wade, na ilha Bermuda. Foto © SATA

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da SATA demitiu-se por falta de “condições” para continuar o “projeto proposto”

A Comissão de Trabalhadores da companhia aérea portuguesa Azores...

FAP terminou missão de patrulhamento no Golfo da Guiné em cooperação com países lusófonos

Os militares Força Aérea Portuguesa (FAP) da Esquadra 601...

Qatar Airways reforça Luanda que terá quatro voos semanais e alarga rede para Kinshasa

A Qatar Airways prossegue a expansão da sua rede...