Bem-vindo, !|Sair

Serviços de apoio a companhias aéreas na Copa do Mundo organizam-se

Com o aumento de voos entre as cidades-sede durante o período de jogos, as empresas que prestam serviço nos aeroportos e às companhias aéreas estão a reforçar o seu contingente de funcionários para atender ao volume de operações e o fluxo de torcedores nos aeroportos. O sector vai contar com 44 mil profissionais em 50 aeroportos brasileiros.

Em apresentação realizada na sede da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), o diretor-presidente da Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares ao Transporte Aéreo (ABESATA), Ricardo Miguel, reforçou que o sector vem trabalhando em conjunto para o Mundial de futebol. “Em parceria com as companhias aéreas e as administradoras de aeroportos, direcionámos os esforços para que as operações nos novos terminais representem um legado para a aviação”.

Ricardo Miguel também falou da importância dos serviços auxiliares. Para ele, no mercado brasileiro, a terceirização dos processos de solo é favorável a todo o sector, já que concentra tarefas essenciais para o transporte de passageiros e de cargas. “Em um momento de popularização do transporte aéreo, as companhias devem se concentrar no seu negócio principal de levar e trazer passageiros. A internalização de procedimentos auxiliares de terra pode quadruplicar o custo das operações para uma companhia e o ideal é terceirizar esse processo”, conclui.

Criada em Agosto de 2013, a ABESATA tem como desafio ampliar a eficiência e manter a segurança das operações aéreas. As frentes de actuação incluem a realização de acções de formação e treino operacional, estudos de mercado e conteúdos, alinhamento de qualidade com padrões internacionais e o trabalho de visibilidade e reconhecimento das actividades auxiliares.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica