TAM pode comprar 20 aviões à Embraer para os novos destinos regionais

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O presidente do Conselho de Administração da TAM, S. A., Marco António Bologna, e a presidente executiva da TAM Linhas Aéreas, Claudia Sender, informaram ontem, 19 de Dezembro, em São Paulo, durante uma conferência de imprensa, que a TAM vai investir na aviação regional no próximo ano, independentemente da regulamentação do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR). A definição é parte dos planos estratégicos do Grupo LATAM para o futuro.

A companhia pretende atender de quatro a seis destinos regionais adicionais por ano, a partir de 2015. Para isso, as negociações já se encontram avançadas com os fabricantes, incluindo a brasileira Embraer, fabricante da nova geração do EJet2, cuja proposta inclui 18 encomendas firmes e 12 opções. A empresa espera chegar a uma conclusão até o fim do primeiro trimestre de 2015. “Nossa definição é utilizar aviões de nova geração”, afirma Bologna. “Falta apenas chegarmos à conclusão das negociações para termos preços competitivos e condições de financiamento adequados”, diz ele. A definição consolida ainda mais a posição da TAM como a companhia aérea que mais investe no Brasil.

“A aviação regional foi a nossa origem, está no nosso DNA, e atendemos cidades dos mercados chamados de média densidade, ou seja, já atuamos nesse segmento”, afirma Cláudia Sender. “Pela dimensão do nosso território, a aviação regional é vital”, comenta a presidente executiva da companhia, afirmando ainda que, para a TAM, o desenvolvimento da infraestrutura de aeroportos em cidades de menor porte é mais importante do que o modelo de subsídio que o governo deverá regulamentar.

 

TAM comprará mais 50 aviões até 2018

A TAM acredita no Brasil e protagoniza a expansão da aviação nacional com 11 mil milhões de reais de investimentos em frota até 2018, com encomendas de mais de 50 novas aeronaves. Estes investimentos não incluem as negociações que estão em andamento. Em outra frente, a empresa também está analisando no curto prazo outras opções de aviões regionais para fortalecer sua presença neste mercado. Até lá, a companhia vai realizar as operações regionais com aeronaves arrendadas ou com unidades de sua frota atual. Hoje o modelo de menor porte da TAM é o Airbus A319, com capacidade para 144 passageiros.

 

Novos aviões Airbus A350 chegarão no final de 2015

Dentro do plano estratégico de frota do Grupo, a TAM será a primeira empresa aérea das Américas e a quarta do mundo a receber o A350, o novo modelo da Airbus, no final de 2015. “Além disso, estamos investindo aproximadamente 440 milhões de reais em mais de 200 projetos, neste ano e no próximo, entre serviços e tecnologia para o cliente; tecnologia para produtividade e sustentabilidade; e infraestrutura para os nossos funcionários”, comenta Cláudia Sender. “Com essa iniciativa, reforçamos a nossa confiança no país e o nosso desejo de avançar cada vez mais. Somos a empresa que mais transporta brasileiros dentro e fora do país, a que mais traz estrangeiros para o Brasil e a que transporta o maior volume de carga aérea no nosso país. Em 2013, 37 milhões de passageiros voaram connosco e transportámos 233 mil toneladas de carga”, diz a presidente da TAM Linhas Aéreas.

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Angola assina acordo de parceria com Singapura para rentabilizar 16 aeroportos nacionais

A Sociedade Gestora de Aeroportos (SGA) de Angola e...

Qatar Airways retoma ligações para Lisboa com quatro voos semanais a partir de 6 de junho

A Qatar Airways anunciou nesta quarta-feira, dia 21 de...

Programação de Verão da KLM terá um total de 155 destinos

A KLM, companhia de bandeira do Reino dos Países...

Kenya Airways retoma em junho os voos de Nairobi para Maputo

A Kenya Airways, companhia de bandeira do Quénia, país...