TAP destaca-se no mercado corporate de viagens no Brasil

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A TAP foi a companhia que registou o aumento mais forte de vendas de voos internacionais pelas agências de viagens corporate brasileiras associadas da ABRACORP, tanto em número de bilhetes como em valor de vendas e com um dos mais moderados aumentos de tarifa média. Designa-se por mercado corporate o tráfego que está associado à atividade empresarial e que integra o movimento de pessoas que viajam ao serviço das grandes companhias industriais e empresas comerciais.

Dados da ABRACORP a que o ‘PressTUR’ teve acesso indicam que as suas associadas venderam no semestre 31.671 bilhetes para voos da TAP, o que significa um aumento em 67,9%, que compara com aumentos em 28,4% das vendas de voos da Air France e KLM em conjunto, 13,5 da British Airways e Iberia em conjunto e 2,3% da Lufthansa e Swiss em conjunto.

Em valor dessas vendas o aumento para a TAP foi em 76,1%, que compara com +41,4% para o conjunto Air France e KLM, +20,1% para o conjunto British Airways e Iberia e 8,3% para o conjunto Lufthansa e Swiss.

Estes dados evidenciam que a TAP foi das companhias europeias que aumentou mais moderadamente os preços dos voos no semestre, tendo subido 4,9%, enquanto Air France e KLM subiram 10,1%, British Airways e Iberia subiram 5,8% e Lufthansa e Swiss subiram 5,8%.

A análise do ‘PressTUR’ aos dados da ABRACORP mostrou que além de ter sido a companhia que teve o maior aumento relativo de vendas e apesar de ter um dos mais moderados aumentos da tarifa média, a TAP teve o segundo maior aumento em valor absoluto do número de bilhetes vendidos, com mais 12.810, aquém apenas dos mais 18.799 da LATAM (antiga TAM), que é líder de mercado, com 103.926, +22,1% que no 1º semestre de 2016, e o terceiro maior aumento em valor absoluto do valor de vendas, com mais 48,38 milhões de reais.

As líderes neste caso foram a LATAM, com mais 70,9 milhões de reais (+26%, para 343,29 milhões, que fez um aumento do preço médio dos bilhetes de voos internacionais em 3,2%, e o grupo Air France KLM, que aumentou a tarifa média em 10,1% com mais 51,2 milhões de reais (+41,4%, para 174,9 milhões de reais).

Os dados do primeiro semestre deste ano divulgados pela ABRACORP indicam que as suas associadas venderam neste período 508.826 bilhetes de voos internacionais ao preço médio de 3.651,78 reais, atingindo o montante total de 1.858,1 milhões de reais.

Em relação ao primeiro semestre de 2016, o total de bilhetes vendidos subiu 22,9% ou 94,6 mil e o valor de vendas aumentou 26,4% ou 387,5 milhões de reais, refletindo também uma subida da tarifa média em 2,8% ou 101,06 euros.

A LATAM liderou as vendas de voos internacionais pelas agências ABRACORP tanto em número de bilhetes, com 103.926, como em valor de vendas, com 343,3 milhões de reais, à frente em ambos os casos da American Airlines que teve 45.509 bilhetes vendidos (+5,1% ou mais 2,2 mil que há um ano) pelo montante de 207,9 milhões de reais (+19,4% ou mais 33,7 milhões), refletindo um aumento da tarifa média em 13,6%, para 4.568,49 reais.

 
Faça parte da nossa comunidade - Descarrega já a app NewsAvia

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Mais passageiros transportados interilhas em Cabo Verde em março e abril deste ano

Os dois aviões fretados pela TACV, companhia aérea estatal...

Presidente da TAP defende que o Estado Português não deve privatizar totalmente a empresa

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, defendeu que o...