‘Tarifa Açores’ é um sucesso para a mobilidade aérea entre ilhas do arquipélago

Mais de 52 mil açorianos já voaram para outras ilhas com a ‘Tarifa Açores’, uma medida elogiada pelos residentes da Região Autónoma dos Açores, que podem agora conhecer o próprio arquipélago a um “preço acessível”, quando antes “saía mais barato” viajar para o exterior.

Segundo dados avançados à agência portuguesa de notícias ‘Lusa’ pelo Governo dos Açores, entre 1 a 29 de junho, 52.400 passageiros viajaram pelas ilhas ‘à boleia’ da ‘Tarifa Açores’, iniciativa que entrou em vigor em 1 de junho e que fixa em 60 euros o preço máximo de uma passagem aérea entre ilhas açorianas para residentes.

Segundo dados divulgados pelo executivo açoriano, desde 1 de junho e até 31 de outubro, para as viagens interilhas, à exceção de São Miguel e Terceira (as mais populosas), o Pico é a ilha com mais lugares reservados (12.128), seguido do Faial (6.673), São Jorge (6.633), Santa Maria (6.432) e as Flores (5.894).

A ‘Tarifa Açores’, uma das grandes bandeiras do executivo regional, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, foi anunciada, em 31 de março, pelo secretário regional dos Transportes, Turismo e Energia, Mário Mota Borges, considerando que 1 de junho seria “uma data histórica para a mobilidade nos Açores”.

A tarifa de 60 euros para o transporte aéreo interilhas da região autónoma portuguesa, situada no Atlântico Norte, foi defendida pela primeira vez pelo PSD/Açores em junho de 2020, quando o partido estava na oposição.

 

  • Foto © Luís Ferreira/Aeroporto do Pico

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica