Tripulantes de cabina da Ryanair em Portugal fecham acordo com a companhia

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O STTAMP — Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes de Portugal, organização sindical que representa cerca de 80 por cento de todos os tripulantes de cabina da Ryanair em Portugal, anunciou nesta quinta-feira, dia 2 de junho, que chegou a acordo com a companhia aérea irlandesa sobre questões laborais que estavam a ser discutidas desde há seis meses.

O acordo permite acelerar a recuperação dos valores remuneratórios perdidos pelos trabalhadores por força da crise pandémica e aponta para um acréscimo salarial significativo nos próximos dois anos.

“Durante este intervalo de tempo serão ainda discutidas outras matérias relevantes para as condições de trabalho dos colaboradores da empresa, criando um instrumento de regulação mais benéfico e adaptado às circunstâncias específicas do sector”, diz o sindicato que liderou as negociações.

“As medidas alcançadas pela negociação só foram possíveis pela união demonstrada pelos trabalhadores promovendo a paz social na empresa durante os próximos anos, apesar de, neste momento, a Ryanair ainda registar resultados negativos, quer em número de passageiros transportados, quer em resultados financeiros por comparação ao período pré-pandemia”, destaca o comunicado do STTAMP.

A estrutura sindical, salienta que se tratou de “um processo negocial exigente e complexo que durou cerca de seis meses, mas onde o entendimento e a boa-fé negocial entre as partes foram determinantes nos objetivos agora alcançados, tendo os trabalhadores participado em todo o processo e sufragado quase unanimemente (97% de votos a favor)”.

O STTAMP, que tem sede na cidade do Porto e filial em Lisboa, assume uma vez mais “a necessidade de negociações construtivas, transparentes e sem qualquer demagogia ou dogmas político-partidários, solidificando o conceito de que só por este via será possível replicar este espírito negocial noutras empresas, sem qualquer receio de enfrentar os desafios de uma sociedade moderna e democrática”.

Segundo informação sindical 325 dos atuais cerca de 400 tripulantes de cabina da Ryanair, em serviço nas bases portuguesas da companhia irlandesa de baixo custo, estão abrangidos pelo novo acordo.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Contrato com a Binter para as ligações interilhas na Madeira prorrogado até setembro

A companhia aérea espanhola Binter vai assegurar por mais...

EuroAtlantic anuncia mudanças na equipa de gestão e nova injeção de capital do acionista

A companhia aérea portuguesa ‘Euro Atlantic Airways – Transportes...

Pilotos da TACV – Cabo Verde Airlines marcam greve de cinco dias entre 25 e 29 de abril

O Sindicato Nacional dos Pilotos da Aviação Civil (SNPAC)...

Luís Rodrigues completa primeiro ano à frente da TAP marcado por lucro recorde

O presidente da TAP, Luís Rodrigues, completa neste domingo,...