VivaAerobus recebe o primeiro dos 52 aviões Airbus A320

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

A companhia aérea mexicana VivaAerobus recebeu o seu primeiro A320 no Centro de Entregas da Airbus, no Aeroporto de Toulouse-Blagnac, em França. Trata-se do primeiro aparelho entregue de uma encomenda de 52 aviões (12 A320ceo e 50 A320neo) feita em 2013, o maior pedido realizado por um cliente do México.

A VivaAerobus já opera com seis aviões A320, adquiridos em leasing, e irá converter-se numa companhia aérea exclusivamente Airbus quando completar a transição da frota de Boeing 737-300 no início de 2016. Os aviões destinam-se aos voos domésticos da companhia aérea e aos voos internacionais para os Estados Unidos.

Actualmente, o programa A320neo conta com 345 encomendas por parte de seis clientes na América Latina. Com mais de 950 aviões vendidos e outros 500 reservados, há mais de 550 aviões Airbus a operar na América Latina e nas Caraíbas. A Airbus triplicou a sua frota em circulação nos últimos 10 anos, tendo entregado mais de 60% dos aviões que operam na região.

A VivaAerobus existe há mais de oito anos. Começou a voar em Novembo de 2006. Foi criada pelo Grupo IAMSA, líder no transporte colectivo de passageiros no México com um movimento de cerca de 350 milhões de clientes por ano, e pelo grupo Irelandia, liderado pela família Ryan, com grande experiência na aviação comercial, nomeadamente no segmento de negócio de baixo custo. A família Ryan criou na Europa a Ryanair, uma das mais populares companhias aéreas low cost do mundo. Um modelo que tem replicado para outras latitudes. Além da VivaAerobus, os Ryan estão ligados à criação da Tiger Airways na Ásia, da Allegiant nos Estados Unidos da América e da VivaColombia na Colômbia.

A VivaAerobus, tal como o nome sugere pretende ser uma companhia de transporte aéreo fácil e de respostas simples e entendíveis pela maioria dos seus clientes (faz apelo à simplicidade do ‘bus’, nome que na América Latina se liga imediatamente ao transporte colectivo). Intitula-se empresa de ‘low low cost’, porque os seus gestores entendem que oferecem mais aos passageiros dos que as outras apenas designadas por ‘low cost’. Por exemplo: o cliente pode mudar os elementos da sua reserva, mesmo depois de completá-la e pagá-la, no período sequente de 24 horas; e, caso não tenha comparecido a um voo, por qualquer falha imprevista, culpa pessoal ou esquecimento na hora de apresentação, a companhia garante-lhe, sem mais despesas, embarque num dos voos seguintes. Reivindica ainda possuir o site mais simples para reserva de passagens aéreas, pelo menos no México.

Hoje a VivaAerobus está em plena expansão. Além de ligar os principais aeroportos do México, já conta com sete linhas internacionais para os Estados Unidos da América. No passado dia 22 de Abril abriu a sétima rota entre a cidade de Monterrey e Dallas, no Estado do Texas (EUA). E garante ter sempre um preço inferior em cerca de 50% à concorrência direta no mercado…

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Embraer vende seis aviões A-29 Super Tucano à Força Aérea Paraguaia

A Embraer anunciou nesta terça-feira, dia 23 de julho,...

Ryanair contesta “monopólio” da ANA e ameaça abandonar as rotas da Madeira

O Grupo Ryanair apelou à ANA – Aeroportos de...

Qatar Airways eleva ‘Melhor Classe Executiva do Mundo’ a novos patamares

A Qatar Airways apresentou nesta semana no ‘Farnborough International...