Zurich Airport Brasil ganha concessão do Aeroporto de Natal

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Aeroporto de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte, no nordeste do Brasil, mudou de concessionário. Após relicitação, em concurso público, que terminou na sexta-feira, dia 19 de maio, a moderna estrutura aeroportuária do Brasil, construída de raiz para a Copa do Mundo, em 2014, passará a ser administrada pela Zurich Airport Brasil.

O aeroporto, situado em São Gonçalo de Amarante, a cerca de 30 quilómetros da cidade de Natal, movimentou aproximadamente 2,3 milhões de passageiros em 2022.

Natal é a capital do estado do Rio Grande do Norte. A região beneficia de um forte turismo nacional e internacional e caracteriza-se cada vez mais por uma aposta significativa nas energias renováveis e nos produtos agrícolas.

“O recém-adquirido Aeroporto de Natal complementa de forma ótima o portefólio existente da Zurich Airport no Brasil – constituído pelas participações maioritárias em Florianópolis (Santa Catarina), Vitória (Espírito Santo) e Macaé (Rio de Janeiro) – e permite a utilização de sinergias”, destaca um comunicado da empresa suíça, distribuído nesta sexta-feira.

Após a assinatura do contrato de concessão, prevista para o final de 2023, a Zurich Airport deterá 100% do aeroporto e explorá-lo-á durante um período de concessão de 30 anos. O aeroporto tem atualmente uma capacidade de cerca de 6,5 milhões de passageiros por ano. No âmbito do contrato de concessão, será devido um pagamento inicial de 320 milhões de reais (aproximadamente 58 milhões de francos suíços/59,6 milhões de euros), valor que atingiu a licitação, num animado leilão entre a empresa vencedora e a ‘NK230 Empreendimentos e Participações SA’. Foram necessários 26 lances. O valor acabou 41% acima do lance inicial, base da licitação que estava ficado em 226,9 milhões de reais. A Zurich Airport pagará ainda uma taxa anual baseada nas receitas a partir do quinto aniversário da assinatura do contrato de concessão.

Com as concessões novas e existentes, a Zurich Airport participará no crescimento do mercado brasileiro de aviação e implementará as suas melhores práticas desenvolvidas na Suíça, mantendo os valores locais.

O Aeroporto de Natal, em São Gonçalo de Amarante, substituiu o Aeroporto Augusto Severo, no centro da cidade de Natal. Foi o primeiro a ser construído e entregue para concessão no Brasil, em 2012, dois anos antes de ser inaugurado. Tem instalações modelares, com amplos espaços, quer nos terminais, quer para estacionamento de aeronaves e parqueamento de cargas, e a segunda maior pista de aterragem do Brasil para a aviação comercial. A primeira concessionária foi a ‘Corporación América’, um conglomerado económico latino-americano, de matriz argentina, que lidou desde início com diversos constrangimentos, nomeadamente os acessos rodoviários e as altas taxas aeroportuárias em vigor, questões que se agravaram com o período da pandemia de covid-19 e consequente baixa de movimento aeroportuário. Em 2020 os argentinos solicitaram a devolução do aeroporto, interrompendo a concessão que deveria durar 28 anos após 2012.

 

 

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Azores Airlines inicia novas rotas nacionais e internacionais no próximo mês de junho

A companhia aérea portuguesa Azores Airlines estreia, a partir...

Aumento para 45 movimentos/hora no atual Aeroporto de Lisboa requer estudo, esclarece o Governo

O aumento de capacidade do Aeroporto Humberto Delgado, em...