Bem-vindo, !|Sair

Delta defende igualdade salarial para as mulheres

As mulheres que trabalham em período integral em empresas dos Estados Unidos da América ganham em média 79 centavos para cada dólar que os homens recebem, de acordo com uma sondagem divulgada pelos serviços governamentais.

Contudo, na companhia aérea Delta Air Lines não há praticamente desigualdade salarial: em cargos administrativos, as mulheres recebem 98% do salário recebido pelos homens e há paridade estatística entre homens e mulheres que trabalham por escala na linha de frente da Delta, lidando diretamente com os clientes, anunciou a empresa.

Os líderes da empresa dizem que a companhia aérea não estará satisfeita enquanto não acabar com a desigualdade entre todos os seus funcionários.

“A paridade de remuneração geral da Delta entre homens e mulheres é quase perfeita para todos os seus 80 mil funcionários. Excluindo os funcionários que trabalham por escala, que estão verdadeiramente em 100% de paridade, estamos nos 98%”, disse Joanne Smith, vice-presidente executiva e diretora de Recursos Humanos. “Embora estejamos bem acima da média nacional, não estaremos satisfeitos até acabar com a desigualdade salarial. ”

A desigualdade salarial entre homens e mulheres ganhou destaque nos mundos dos negócios, política e desporto.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez o seu último esforço para melhorar a igualdade salarial em janeiro passado, propondo uma nova regulamentação que obrigasse as empresas a informar os seus dados de remuneração discriminados por género, raça e etnia.

“A remuneração igualitária entre homens e mulheres é uma prioridade importante para a Delta”, disse Letty Ashworth, diretor de Diversidade Global da Delta. “O sucesso de longo prazo da Delta está diretamente relacionado ao ambiente de trabalho diversificado, onde as nossas diferenças nos tornam mais fortes e nos encorajam a nos desafiarmos. As mulheres são uma grande parte disto”.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica