Bem-vindo, !|Sair

A320 de ‘low cost’ indiana evacuado de emergência após aterragem

Um avião Airbus A320 da companhia de baixo custo indiana IndiGo foi obrigado a desviar-se para um taxiway do aeroporto, desligar motores, travar e libertar os ocupantes após uma aterragem acidentada em Delhi, devido a uma ameaça de incêndio no trem de aterragem. Uma operação de emergência que foi seguida de perto pelos serviços de socorros e que causou escoriações em cerca de duas dezenas de passageiros, tendo decorrido em 75 segundos. Apenas nove feridos tiverem de receber assistência hospitalar, mas todos tiveram alta médica.

O incidente verificou-se ontem, quarta-feira, dia 20 de Agosto, tendo a tripulação de cockpit sido alertada pelos controladores de serviço na torre do aeroporto de que havia fumo, cada vez mais denso, no rodado do trem principal do lado esquerdo, situação que se agravou à medida que o aparelho rolou na pista.

O avião procedia de Mumbai e transportava 148 passageiros e seis tripulantes, tendo a aterragem se verificado cerca das 15h35 locais.

Fontes da companhia e da própria Direcção-Geral da Aviação Civil da Índia minimizaram o incidente e afirmaram que, em princípio, terá havido uma fricção mais forte do trem com o solo, possivelmente devido ao rebentamento de um ou mais pneus. Contudo, desmentem que da evacuação tivessem resultado passageiros gravemente feridos. A imprensa de ontem à tarde e desta manhã, que se edita em Delhi, referia-se a dezenas de feridos.

Este é o segundo incidente grave, nos últimos meses, com um avião da IndiGo, uma companhia nova que, por ser de baixo custo, anda constantemente a ser escrutinada pelos defensores das companhias clássicas e pela concorrência já instalada. E é curioso que o primeiro incidente deste ano também tenha sido provocado por um incêndio no trem de aterragem quando já estava no estacionamento. Com muita sorte os passageiros e tripulantes desembarcaram a tempo e não houve vítimas pessoais. De resto os bombeiros conseguiram suster as chamas e o avião que, nessa ocasião, tinha dois anos de serviço, voltou para a frota da companhia, depois de devidamente reparado. Por se ter verificado a 8 de Março, no mesmo dia em que desapareceu o avião malaio que fazia o voo MH370, o incidente teve menos repercussão mediática. O avião, igualmente um A320, procedia de Delhi e tinha acabado de aterrar no Aeroporto de Kathmandu, no Nepal.

O Airbus A320 da IndiGo envolvido no incidente de ontem em Nova Delhi tem 18 meses de existência, sempre ao serviço da companhia indiana de baixo custo, que trabalha desde há cerca de seis anos com uma frota de 80 aviões A320.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica