Bem-vindo, !|Sair

Agência espacial russa perde contato com o primeiro satélite angolano


 

A Rússia perdeu nesta quarta-feira, dia 27 de dezembro, o contato com o primeiro satélite angolano de telecomunicações, o Angosat-1, lançado na terça-feira, dia 26, do cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão. A informação é de uma fonte espacial russa, que relatou a história à agência de notícias ‘France Press’.  Outras agências noticiosas, nomeadamente de países de leste, estão a divulgar a mesma notícia, embora com poucos pormenores.

“O contacto cessou temporariamente, perdemos a telemetria”, indicou a mesma fonte à agência ‘France Presse’, dizendo esperar restabelecer o contacto com o satélite.

O Angosat representa um investimento do Estado angolano de 320 milhões de dólares norte-americanos (269,6 milhões de euros) e o seu lançamento foi comemorado em Luanda com fogo-de-artifício.

Angola tornou-se assim no sétimo país africano, ao lado da Argélia, África do Sul, Egito, Marrocos, Nigéria e Tunísia, com um satélite de comunicações em órbita.

O aparelho, construído por um consórcio estatal russo, foi lançado com recurso ao foguete ucraniano Zenit-3SLB, envolvendo ainda a ‘Roscosmos’, empresa espacial estatal da Rússia, e estava em período de teste até março, aproximadamente.

Na semana passada, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, disse que comercialmente 40% da capacidade do satélite já estava reservada e que o Estado angolano estima a recuperação do investimento em pelo menos dois anos.

Por enquanto, as autoridades russa acreditam que conseguirão reestabelecer a comunicação com o satélite. É importante frisar que, o contacto parou temporariamente, “perdeu-se a telemetria”, disse a fonte à AFP, na esperança de restaurar o contacto com este satélite em breve.

De acordo com o representante da ‘Russia Roscosmos State Corporation’, o foguetão colocou o satélite na órbita planeada e o satélite se separou do estágio da órbita de transferência.

A confirmar-se, este será o segundo fracasso da agência espacial da Rússia. No passado dia 28 de novembro a agência espacial russa perdeu contato com o satélite meteorológico ‘Meteor’, lançado nesse dia da base de foguetões Vostochni, inaugurada em abril de 2016 no extremo leste do país, para substituir a conhecida base de Baikonur, no Cazaquistão, onde se realizou o lançamento do satélite angolano.

“O contato com o aparelho espacial não foi estabelecido porque não alcançou a órbita prevista”, indicou então a ‘Roskosmos’ em comunicado.

 

  • LINK para notícia atualizada

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica