ALTA continua com liderança de gestores brasileiros

A Associação de Transporte Aéreo da América Latina e das Caraíbas (denominada pelas iniciais ALTA) informou que o brasileiro José Ricardo Botelho, na imagem de abertura, será o novo diretor-executivo da organização, a partir de 1 de junho.

José Ricardo Botelho foi durante quatro anos presidente diretor da Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil (ANAC) e também delegado diplomático do Brasil na Organização Internacional de Aviação Civil (conhecida pelas iniciais ICAO), com sede em Montreal, no Canadá.

O novo diretor-executivo da ALTA substituirá outro brasileiro, Luís Felipe de Oliveira, que nos últimos anos liderou a associação, e que acaba de ser nomeado para o cargo de diretor-geral do Conselho Internacional de Aeroportos (ACI), organização na qual estão associados os aeroportos mundiais, que se agrupam por capítulos continentais.

“José Ricardo Botelho possui um profundo conhecimento da aviação civil na América Latina, desenvolveu importantes projetos com autoridades do sector na região e implementou medidas importantes para o desenvolvimento do transporte aéreo no Brasil durante o tempo em que liderou a ANAC”, afirma Pedro Heilbron, presidente do Comissão Executiva da ALTA e diretor executivo da associada Copa Airlines, companhia nacional do Panamá.

“O setor de viagens e turismo é um poderoso motor para a economia desta região e será fundamental para a recuperação dos nossos países. A minha chegada à ALTA ocorre numa situação complexa para a indústria e para os nossos países. Temos importantes desafios pela frente para recuperar a economia, mas o setor é resiliente e tenho a certeza de que juntos teremos sucesso”, referiu, por seu lado, José Ricardo Botelho, citado num comunicado distribuído pela ALTA.

José Ricardo Botelho, de gravata vermelha, fotografado com a sua equipa de direção na Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil.

José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz foi empossado como diretor da ANAC/Brasil no dia 1 de setembro de 2015, com mandato até 19 de março de 2020. Foi nomeado para as funções de diretor-presidente em 13 de abril de 2016. Graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (1992-1996), Pós Graduado em Ciências Criminais pela Universidade Jorge Amado (2003-2005) e em Gestão da Segurança Pública pela Academia Nacional de Polícia (2009). Delegado do Departamento de Polícia Federal desde 1999, José Ricardo Botelho, como é conhecido, possui graduação pela FBI National Academy (tendo obtido o Certificate of Achievement in Criminal Justice Education, da Universidade da Virgínia/EUA) e Cursos pelo National Executive Institute NEI/FBI, com ciclos na Escola de Governo John F. Kennedy, na Universidade de Harvard.
Atuou como Assessor do Ministro da Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, tendo recebido menção honrosa ao deixar o posto. Logo depois foi Chefe de Gabinete e Coordenador-Geral de Polícia Criminal Internacional onde coordenou as atividades da International Criminal Police Organization (Interpol) no Brasil, além dos acordos internacionais e cooperação jurídica da Polícia Federal. Também coordenou as adidâncias [funções dos adidos] da Polícia Federal pelo mundo. Atuou como Secretário Nacional de Segurança para Grandes Eventos (Ministério da Justiça), de 2011 a 2012, com a responsabilidade de elaborar o plano de segurança e orçamentário do Brasil para os grandes eventos como a Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016.
Atuou na Delegação Diplomática Brasileira na ICAO (Organização internacional de Transporte Aéreo) em Montreal, Canadá, como ‘Alternate Representative’ no Conselho da ICAO/UN (2012-2015). Nesse período, também teve participação direta nas alterações do texto da Convenção de Tóquio, sobretudo nos assuntos relacionados ao In Flight Security Officer (IFSO). Participou nos trabalhos para a entrada do Brasil no Public Key Directory (PKD) da ICAO e na sistematização do API (Advanced Passenger Information) no Brasil, além de ter trabalhado em regras contra atos de interferência ilícita (AVSEC), todos em prol da aviação civil.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica