Bem-vindo, !|Sair

Avião da Dynamic Airways incendeia-se no aeroporto internacional de Fort Lauderdale-Hollywood



Cerca de duas dúzias de pessoas ficaram feridas após um Boeing 767 da Dynamic Airways (voo 405) se ter incendiado ao princípio da tarde de quinta-feira, no aeroporto internacional de Fort Lauderdale-Hollywood. O porta-voz do Departamento de Bombeiros do Sheriff de Broward, Mike Jachies, disse que os bombeiros estavam na pista no espaço de dois minutos, enquanto os passageiros e os membros da tripulação evacuavam o avião. Uma passageira, Daniela Magro, disse aos repórteres no aeroporto ter visto a asa esquerda do avião em chamas. “Não houve um aviso. Vimos o fogo e as pessoas começaram a passar-se, e acabámos por deixar o avião”, afirmou. “As pessoas começaram a correr para a frente do avião.
A porta-voz da Federal Aviation Administration, Kathleen Bergen disse que o Boeing estava a taxiar na pista quando reportou que havia uma fuga de combustível no avião. Depois, o seu motor esquerdo incendiou-se. O voo preparava-se para descolar em direcção a Caracas, na Venezuela. De acordo com Jachies, 22 a 24 pessoas ficaram feridas e foram levadas para o Centro Médico e de Saúde de Broward, incluindo uma criança. O porta-voz dos bombeiros disse que um dos passageiros sofreu ferimentos graves na cabeça depois de ter caído enquanto fugia do avião em chamas. Outros dois sofreram traumatismos menos graves e o resto dos passageiros hematomas e contusões.
O médico da sala de urgências, Ian Russinoff disse que a maioria dos ferimentos menores era nos ombros, joelhos, cotovelos e ancas. “Muitos deles ficaram feridos ao descer pela rampa”, afirmou a médica Julie Phillips. “As pessoas atropelaram-se na descida pelas mangas e só há ferimentos menores, entorses, abrasões e uma fractura do úmero”. Dos feridos que deram entrada no hospital, 12 foram tratadas e tiveram alta. Russinoff também disse que alguns também estavam a sentir dores no peito e ansiedade. Entre os doentes, há passageiros e tripulantes.
A gravação de uma transmissão do controlo de tráfego aéreo revelou que o avião estava com uma fuga de combustível momentos antes de o motor se incendiar. “Os fogos em motores são situações para as quais somos treinados. Não são casos raros e é por isso que estamos preparados para estes casos”, revelou Jachies. Uma passageira gravou um vídeo no seu telemóvel depois de sair do avião. Estavam 101 pessoas a bordo.

Foto: Andres Gallego/AFP/Getty Images

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica