Bem-vindo, !|Sair

Companhia angolana Air26 retomou actividade com um avião Embraer ERJ135

A companhia aérea privada angolana Air26 retomou os voos na semana passada, soube o Newsavia, junto de fontes aeroportuárias em Luanda.

A empresa que pertence ao Grupo Ducard, com sede em Luanda, estava parada desde Outubro de 2012 devido a dificuldades financeiras. Em 2010, por exemplo, a imprensa angolana publicou diversas notícias relacionadas com essa fase menos boa da companhia, em que se verificavam salários em atraso e outros incumprimentos, situação que se agravou desde 2009, três anos após a criação da empresa aérea. Contudo, em 2011 um administrador da companhia, Lourenço Duarte, citado na imprensa angolana, anunciou que a companhia estava a recuperar e que iria voar para diversos destinos internacionais, em países africanos de língua oficial portuguesa, o que não se verificou. Nesse tempo a companhia só operava uma rede de ligações domésticas entre aeroportos angolanos. O agravamento da situação económica e financeira da empresa levou ao seu encerramento em Outubro de 2012.

A reabilitação da Air26 pressupõe que terá resolvido os seus problemas e que se encontra legalmente a trabalhar, de acordo com a legislação angolana e internacional para o sector da aviação comercial.

A companhia opera desde a semana passada com um Embraer ERJ135, registo D2-SRB, que tem sido visto em Luanda, Cabinda, Soyo e Benguela, segundo informações recolhidas pelo Newsavia.

 

  • O Embraer ERJ135 da Air26 fotografado na sexta-feira passada no Aeroporto 17 de Setembro, na cidade de Benguela. Foto: Janett Sousa Fernandes

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica