Diáspora subscreve total das ações da Cabo Verde Airlines colocadas à venda

A venda da parcela de 7,465% das ações representativas do capital social da Cabo Verde Airlines junto dos cidadãos cabo-verdianos emigrados vai ser totalmente subscrita, prevê o presidente da Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVCV), Manuel Lima.

“O processo [que se iniciou em setembro] vai decorrer até ao dia 16 de dezembro corrente e, à semelhança do que já foi dito pelo secretário de Estado, posso assegurar que o processo de venda está a decorrer de uma forma bastante positiva”, disse o responsável pela BVCV.

Em processo de venda estão 74.650 ações da antiga Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) ao preço unitário de 1.457 escudos (cerca de 14,6 dólares ao câmbio atual).

O processo faz parte da reestruturação/privatização da TACV, em que a primeira iniciativa foi a venda de 51% das ações da empresa aos islandeses da Icelandair, passando a chamar-se Cabo Verde Airlines (CVA).

O Estado de Cabo Verde passou a deter 49% das ações, tendo o governo optado por vender 10% aos trabalhadores e aos emigrantes cabo-verdianos, num total de 100 mil ações, e os restantes 39% a investidores institucionais (390 mil ações).

Um total de 91 trabalhadores da antiga transportadora aérea pública cabo-verdiana tornou-se acionista da empresa, através da compra de 25 350 ações, numa operação que lhes foi reservada e que decorreu de 1 de julho a 1 de setembro.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica