Bem-vindo, !|Sair

Encontrados os destroços do EMB120 da Air Guincango – Não há sobreviventes


 

Foram encontrados na tarde deste sábado, dia 14 de outubro, os destroços do avião Embraer EMB120, matrícula D2-FDO, da companhia Air Guincango, que se encontrava desaparecido desde a quinta-feira, dia 12, no nordeste de Angola (LINK notícia relacionada).

Os destroços foram avistados por elementos da Força Aérea Nacional de Angola, que viajavam em helicópteros militares, e que desceram no local do desastre, pelas 14h40 locais. Foi localizado entre os municípios de Cambuto e de Capaia, na divisória dos rios Luxico e Luangue.

Segundo informações recolhidas pelo ‘Newsavia’ o cenário encontrado foi devastador, pois os destroços do avião estão completamente carbonizados, reduzidos praticamente a cinzas, incluindo os corpos das vítimas, três tripulantes (dois pilotos e um assistente de bordo), um cidadão sul-africano que viajava para Luanda para ser hospitalizado, um paramédico de nacionalidade portuguesa que o acompanhava, e uma outra pessoa que também acompanhava o doente, cuja nacionalidade não se conhece.

O aeroporto do Dundo, de onde descolou o avião indicou que tinham embarcado três tripulantes e três passageiros, pelo que aguarda-se a clarificação do número de ocupantes do avião, já que em muitos meios de informação angolanos desde a quinta-feira que está a ser referido que a bordo seguiam sete pessoas. Um número também divulgado por algumas agências internacionais.

Este é o segundo acidente grave em Angola, nos últimos seis anos, com um Embraer EMB120, um avião de fabrico brasileiro. Em setembro de 2011 um avião idêntico da frota da Força Aérea Nacional de Angola (FANA), de transporte de passageiros, caiu no Huambo. Morreram 17 pessoas, segundo um comunicado oficial da FANA. Na imprensa angolana chegou a ser referida a morte de 32 pessoas, números que não tiveram confirmação oficial.

A Air Guincango é também uma companhia com vários incidentes, embora em nenhuma dos que são conhecidos tenham ocorrido vítimas fatais. No dia 3 de junho de 2010, um avião Yak-40, de fabrico russo, pousou de barriga no Aeroporto de Luanda, com 34 passageiros e três tripulantes, tendo os ocupantes saído ilesos. A 25 de fevereiro de 2014 um Embraer EMB120 da companhia também fez uma aterragem de emergência num terreno baldio nos arredores do Aeródromo de Lucapa, na Lunda Norte, tendo quebrado as duas asas e os trens de pouso. A bordo seguiam 14 passageiros e 3 tripulantes, que também saíram ilesos.

 

  • A imagem mostra uma panorâmica do que os militares encontraram no local onde o avião da Air Guincango caiu e ardeu.


“Como

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica