FAB habilita pilotos para instrutores dos novos caças Gripen D na Suécia

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Dois pilotos brasileiros voaram hoje, quarta-feira, dia 19 de Novembro, pela primeira vez, em aviões Gripen D, anunciou esta manhã a Força Aérea Brasileira (FAB). Os voos aconteceram na Suécia, em dois aparelhos distintos, onde os pilotos estão a treinar e acompanhados por pilotos da Força Aérea da Suécia.

Os capitães Gustavo de Oliveira Pascotto e Ramon Santos Fórneas (ambos na foto obtida após o primeiro voo de hoje de manhã na Suécia) tornaram-se assim nos primeiros pilotos brasileiros a cumprir uma missão de treino em aeronaves Gripen. Voaram durante 50 minutos em aviões Gripen D, acompanhados por pilotos suecos. O pouso ocorreu às 10 horas da manhã na base de Satenas, na Suécia (seis horas da manhã no horário de Brasília).

“Foi melhor do que eu esperava”, disse o capitão Fórneas. “A aeronave é de pilotagem dócil”, elogiou. A principal característica notada pelos brasileiros até agora foi a vantagem aerodinâmica proporcionada pelos canards, pequenas asas localizadas na frente do Gripen. “A distância de pouso é extremamente pequena”, contou.

Os dois Gripen voaram em uma área de instrução sobre a Suécia e o Mar Báltico. Após a decolagem, foi realizada uma subida até 10.638 metros de altura em um minuto e meio, uma taxa de subida de 118 metros por segundo. Para cumprir o cronograma de treino proposto pelos suecos, e nesta fase de familiarização com o novo aparelho, os pilotos brasileiros também realizaram acrobacias.

Diferentemente dos demais brasileiros que já voaram no Gripen em testes, os dois aviadores têm agora a responsabilidade sobre as aeronaves e treinam para dominarem todos os sistemas dos caças. Três horas após o pouso, os pilotos já seguiram para um novo treino no simulador de voo.

Formados pela Academia da FAB, o capitão Fórneas era piloto de caças F-5 e o capitão Pascotto comandava caças Mirage 2000. Ambos vão passar seis meses em treino na Suécia e tornar-se-ão os primeiros brasileiros instrutores de Gripen.

O contrato de aquisição de 36 aeronaves foi assinado em 24 de Outubro (LINK notícia relacionada). A expectativa de entrega dos novos aparelhos de fabrico sueco que irão integrar a frota de aviões de guerra da FAB é entre 2019 e 2024.

 

  • Foto: Agência Força Aérea

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Governo assegura que “não vai haver aporte do Estado” para o novo aeroporto de Lisboa

O ministro português das Infraestruturas, Miguel Pinto Luz (na...

Lisboa volta a ter voo direto para o Cairo – Egyptair retomou a rota com dois voos semanais

A Egyptair está de regresso a Portugal, tendo retomado...

CRJ-200ER despenhou-se no Nepal – Morreram 18 dos 19 ocupantes da aeronave que fazia um voo de teste

Um avião a jato bimotor CRJ-200ER da companhia nepalesa...

Ativistas climáticos interromperam tráfego aéreo em Colónia/Bona – Movimento já foi retomado

O Aeroporto de Colónia/Bona, na Alemanha, já reabriu ao...