Bem-vindo, !|Sair

Iran Air vai admitir mulheres para funções de co-piloto

A Unicâmbio dá milhas 1€=1Milha


 

A Iran Air, companhia aérea comercial de bandeira da República Islâmica do Irão, vai contratar mulheres para pilotos, noticiou a agência noticiosa nacional Tasnim.

Desde há alguns anos que as mulheres iranianas estão autorizadas a pilotar aviões, mas a Iran Air, empresa que sempre foi dominada por homens, nunca permitiu que as mulheres chegassem aos cockpits.

A situação está agora a mudar, seguindo uma abertura que se verifica já em vários países árabes e muçulmanos, que estão a permitir que as mulheres ocupem lugares que até há poucos nãos eram apenas abertos a homens.

Na República Islâmica do Irão a decisão apressou-se com a entrada de Farzaneh Sharafbafi (na foto de abertura) para o lugar de presidente executiva da Iran Air, no ano passado, o que aconteceu pela primeira vez em toda a história do país depois da tomada do poder pelo regime dos aiatolas. Desde 1979 que o regime político no Irão é dominado pelos líderes espirituais xiitas, que estabeleceram uma governação muito rígida em relação aos direitos e liberdades das mulheres no país, se tivermos em conta o que se verifica no Ocidente. No entanto, nos últimos anos, há sinais de mudança e uma abertura controlada, é certo, mas que tem sido bem aceite pelas mulheres iranianas.

Farzaneh Sharafbafi fez saber que as mulheres são tão competentes como os homens e que desempenham um papel muito particular na sociedade iraniana. Em breve vão iniciar-se os testes de admissão de mulheres certificadas como pilotos que serão depois integradas nos quadros da Iran Air como co-pilotos na sua frota de aviões de transporte de passageiros.

Além da sua presidente executiva, a companhia iraniana de bandeira tem mais quatro mulheres em cargos de direção superior e cerca de 16% das suas chefias intermédias são ocupadas por mulheres.

 

  • Foto © Tasnim News Agency

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica