Maurícias mantêm suspensão de voos internacionais até final de outubro

As autoridades aeronáuticas das Ilhas Maurícias, um país insular situado no Oceano Índico, a poucas horas de voo de Moçambique, anunciaram nesta segunda-feira, dia 31 de agosto, a prorrogação da suspensão dos voos internacionais até 31 de outubro, devido a restrições relacionadas com a pandemia de covid-19. No entanto, é mantida uma isenção para voos com autorizações especiais, refere o NOTAM distribuído e em vigor a partir desta terça-feira, dia 1 de setembro.

O primeiro-ministro Pravind Jugnauth disse, num discurso à nação, que a reabertura das fronteiras ocorre em três fases. A primeira, que diz respeito ao repatriamento dos concidadãos retidos no exterior, começou desde o encerramento de fronteiras em meados de março e segue até 30 de setembro.

A segunda fase terá início no dia 1 de outubro e com foco na autorização de viagens de ou para “determinados destinos”. A este nível, as vagas serão concedidas na seguinte ordem de prioridade: cidadãos das Maurícias, residentes com autorização, aqueles que têm um emprego e, finalmente, outros visitantes que pretendam ir para o País.

A terceira fase, que consiste na reabertura total do país, terá início em data a definir, em função da evolução da situação sanitária. Para as duas últimas fases, o acesso às Maurícias será, obviamente, feito de acordo com um protocolo de saúde definido.

Enquanto aguardam a abertura das fronteiras, os cidadãos diretamente afetados pelas atuais restrições, incluindo táxis, hoteleiros e operadores turísticos, continuarão a receber assistência financeira do Estado, disse o primeiro-ministro.

 

  • Foto de abertura © Shutterstock

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica