Bem-vindo, !|Sair

Nova companhia de Macau quer voar para Portugal via Grécia ou Chipre

O promotor da denominada empresa aérea ‘888 Macau Airlines’ está à procura de um financiamento de 45 milhões de dólares norte-americanos para lançar uma companhia aérea híbrida, que poderá estar a operar em 2020, ano em que termina o monopólio da Air Macau no território do Delta do Rio das Pérolas administrado pela República da China.

O australiano Joseph Said, que foi quadro da Viva Macau, uma companhia aérea constituída no território em 2005 e que voou voos regulares e fretados entre 2008 e 2009, mediante uma subconcessão da Air Macau, assume-se como fundador da ‘888 Macau Airlines’. São-lhe atribuídas declarações de que a nova empresa aérea planeia voar para a Índia, Tailândia, Filipinas e Portugal, via Grécia ou Chipre, enquanto trabalha em parceria com casinos e operadores de viagens para o preenchimento de aviões.

Said está atualmente procurando parceiros locais para iniciar o projeto, com planos de iniciar operações de curta distância de Macau em 12 meses, enquanto espera obter financiamento, refere uma nota distribuída nesta segunda-feira, dia 22 de outubro, pelo portal de divulgação de notícias aeronáuticas ‘aviator.aero’.

A ‘888 Macau Airlines’ não é detentora de certificado de operador aéreo (COA). Contudo admite poder começar a operar antes de 2020, através de uma eventual subconcessão concedida pela Air Macau, companhia de bandeira da Região Administrativa Especial de Macau.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica