Bem-vindo, !|Sair

O que sabemos sobre o hipersónico da Boeing


 

A Boeing está apostada em tornar possível viajar entre Los Angeles e Tóquio em apenas três horas. Para isso precisa de uma aeronave supersónica, e o primeiro desenho já foi divulgado.

A construtora norte-americana divulgou o conceito do seu primeiro projeto para um avião hipersónico durante a conferência aeroespacial do ‘American Institute of Aeronautics and Astronautics’, em Atlanta.

O conceito, ainda sem nome definido, assemelha-se ao do Concorde, avião supersónico desativado em 2003, e poderá voar em Mach 5, atingindo uma velocidade de cerca de 6173 quilómetros por hora, o equivalente a cinco vezes a velocidade do som. Isso permitiria que a travessia do Atlântico fosse feita em duas horas e a do Pacífico, em três. Neste momento, estes voos levam cerca de sete e 11 horas, respectivamente.

Dennis Muilenburg, presidente executivo da Boeing, disse que está a concentrar esforços para incentivar os engenheiros da gigante aeroespacial a explorar o potencial desses aviões. Com aplicações militares e comerciais, os aviões hipersónicos serão maiores que os jatos executivos de longo alcance, mas menores que o Boeing 737.

A chave para a evolução deste tipo de aviões será o desenvolvimento de materiais leves e resistentes para a fuselagem e novos super motores que impulsionarão os jatos a velocidades maiores. Tudo isso levará muitos anos entre projetos e testes. A ideia, ainda em estágio inicial, deve ser realidade em 20 ou 30 anos.

Esta visão de futuro da Boeing estará em exposição durante a Farnborough International Air Show, que terá lugar de 16 a 22 de julho, no Reino Unido, onde o ‘NewsAvia’ estará presente.

Fique atento !




1 Comments

  1. Antes de mais muito bom dia a equipa de trabalho deste site

    Caros, na qualidade de Jornalista que dedica-se a escrever textos ligados ao sector dos Transportes em Angola, particularmente o da aviação, e pela velocidade que este site atualiza as informações passou a ser uma fonte para mim. Em função da dinâmica do mundo da comunicação, acredito que o desejo da equipa é melhorar cada vez mais, mas temos de reconhecer que vocês têm prestado um serviço assinalável.

    Por desejo-vos muitos êxitos

    Miguel Kitari

    Jornalista ao serviço do Jornal OPAÍS (ANGOLA)

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica