Passageiros do voo AC624 da Air Canada indemnizados

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Os 133 passageiros que estavam a bordo do Airbus A320 da Air Canada (voo AC624) que no domingo, dia 29 de Março, saiu de pista aquando de uma aterragem no Aeroporto de Halifax, estão a receber uma indemnização da parte da companhia.

Segundo alguns meios informativos canadianos, a companhia não anunciou a quantia que estava a ser paga, mas sabe-se que alguns já receberam a importância de 5.000 dólares a título de assistência financeira.

A companhia disse que esses pagamentos se destinam para cobrir despesas imediatas e destinam-se sobretudo para cobrir custos que tiveram devido ao incidente. “Não há obrigação de receberem as verbas que colocámos à disposição, mas se o quiserem podem fazê-lo, independentemente de outras despesas justificadas que sejam apresentadas”, disse um porta-voz da companhia, citado na imprensa do Canadá.

O A320 da Air Canada terá tocado no solo 335 metros antes da cabeceira da pista de aterragem, depois de colidir com postes de transporte de electricidade. Ressaltou e conseguiu posicionar-se em cima da pista, tendo derrapado para o lado esquerdo, ficando preso na neve que ladeava o asfalto, e depois de percorrer também cerca de 335 metros, refere um primeiro relatório da autoridade de segurança aérea, que não refere quaisquer circunstâncias que tenham levado à ocorrência do incidente, que ocorreu à noite, no momento em que caia um nevão e havia vento forte, além de fraca visibilidade.

O avião só foi retirado da pista nesta quarta-feira, dia 2 de Abril, depois das perícias efectuadas pela ‘Transportation Safety Board’, entidade encarregue do inquérito, á ordem de quem continuará o aparelho. O aeroporto tem duas pistas, pelo que esta pista continuará interrompida por mais alguns dias, pois necessita de reparações no asfalto, devido ao incidente. Conforme se referiu no dia do acidente (LINK nossa notícia anterior) o avião ficou muito mal tratado, pelo que admite-se como provável que não será reconstruído. Para isso conta também o fato de já ter mais de 23 anos ao serviço.

 

  • Imagem aérea obtida nesta semana do local do incidente com o avião da Air Canada, no Aeroporto de Stanfield/Halifaz, na Nova Escócia. ( Foto: The Canadian Press)

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Presidente da TAP diz que estão reunidas as condições para que o orçamento deste ano seja cumprido

O presidente executivo da TAP, Luís Rodrigues, considera que...

Aluguer de Airbus A330 em 2016 motivou buscas da PJ às instalações da sede da SATA

O aluguer do avião Airbus A330 para integrar a...

Ryanair lança promoção relâmpago durante 48 horas

Viagens para os meses de junho e julho disponíveis...

Instalações da sede do Grupo SATA nos Açores alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária

Inspetores da Polícia Judiciária (PJ) estiveram na manhã de...