Ponte de Sor e Sevenair dão passo decisivo para a afirmação do cluster aeronáutico

A Câmara Municipal de Ponte de Sor, no distrito de Portalegre (Alto Alentejo) e o Grupo Sevenair inauguraram na sexta-feira, dia 14 de janeiro, um novo hangar no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, onde nos últimos anos se tem verificado a implantação de diversas empresas relacionadas com o cluster aeronáutico português.

Esta cerimónia marca mais um etapa importante no desenvolvimento económico da localidade e da aposta do Município em levar mais conhecimento e mais postos de trabalho para os seus munícipes, ao mesmo de tempo que fixa técnicos de formação superior no Alto Alentejo.

Hugo Hilário, presidente da Câmara Municipal, que tem tido um importante papel agregador, levando para a sua região empresas nacionais e internacionais do cluster aeronáutico, destacou no seu discurso a grande disponibilidade e cooperação que o município tem recebido de diversas entidades, governamentais e empresariais, destacando os acordos conseguidos com cerca de uma dezena de institutos politécnicos e universidades, que entenderam o projeto de Ponte de Sor e que acederam a criar mais competências e conferir mais formação num sector que hoje é considerado estratégico e com grande futuro em Portugal.

O polo aeronáutico que se tem desenvolvido nos últimos anos em Ponte de Sor, as obras de beneficiação e a ampliação de instalações, nomeadamente a criação de espaços que estão a ser concessionados às empresas, como é o caso do Grupo Sevenair, os melhoramentos da infraestrutura aeroportuária, iluminação para voos noturnos, que é uma obra já concluída há algum tempo, a nova torre de controlo aéreo em fase de construção, são alguns dos pontos que contribuem para a grande qualidade da oferta que presentemente disponibiliza o Aeródromo Municipal. O autarca sublinhou no seu discurso e grande contributo que o município recebeu do pacote de verbas comunitárias. Esta fase de obras congrega o maior investimento feito no município que decorre das candidaturas ao programa Portugal 2020, no valor total de nove milhões de euros.

Hugo Hilário saudou a Sevenair, nomeadamente o interesse do grupo (e dos seus responsáveis), que tem sede no Aeródromo Municipal de Cascais, nos arredores de Lisboa, e que agora deslocaliza e acrescenta dimensão à sua oferta de serviços de manutenção aérea, com instalações amplas e cuja entrada em funcionamento acrescentará riqueza ao município alentejano. Isso acontecerá também com outras três empresas que estão em fase de instalação.

A propósito, o presidente da CM de Ponte de Sor, lembrou que a Sevenair tem também a concessão da única linha regular de passageiros entre aeroportos regionais do continente português, pelo que incentivou o Governo Português – dirigindo-se ao Secretário de Estado do Planeamento, Ricardo Pinheiro, igualmente alentejano, e presente na cerimónia – a alargar a rede de voos regionais e prever uma escala regular em Ponte de Sor, cujo aeródromo está preparado para receber aviões de pequeno e médio portes.

Hugo Hilário terminou o seu discurso dizendo que a autarquia que preside e todos quantos estão ligados ao polo aeronáutico sentem que a presença da Sevenair, e tudo o que o grupo possa acrescentar no futuro, se integra perfeitamente no projeto, tornando-o mais sólido, mais robusto e mais sustentável. Invocou a determinação e a vontade de prosseguir um trabalho que ainda não está acabado, que, entretanto, ganha reconhecimento nacional e internacional, entre parceiros de renome.

“Os desafios que temos pela frente são enormes” disse, a concluir, o presidente da edilidade de Ponte de Sor, dirigindo-se especialmente ao representante do Governo da República na cerimónia, com quem partilhou a convicção de que as necessidades são muito grandes e implicam alterações para que o desenvolvimento do território do interior se resolva, mudando especialmente os sistemas burocráticos. “É necessário nos reinventarmos…”, encerrou Hugo Hilário.

 

  • LINK notícia relacionada

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica