Bem-vindo, !|Sair

Sindicato alemão anuncia greve de quatro horas na Ryanair


 

O sindicato de pilotos Vereinigung Cockpit (VC), na Alemanha, convocou uma greve dos seus associados ao serviço da companhia aérea de baixo custo irlandesa Ryanair para a sexta-feira, dia 22 de novembro, entre as 05h01 e as 08h59 da manhã.

O comunicado da VC, muito breve, apenas anuncia a paralisação de quatro horas e indica que os voos da companhia nos aeroportos alemães serão afetados.

Trata-se de uma resposta da estrutura sindical dos pilotos que têm base na Alemanha, às negociações entretanto iniciadas entre as partes (LINK notícia relacionada) e cujo desenvolvimento parece ser insatisfatório para os pilotos que procuram melhores condições de trabalho e reivindicam melhores salários.

Entretanto, a Ryanair já reagiu ao anúncio da greve e diz que é “injustificada e desnecessária”, pois a companhia já tinha respondido ao sindicato na manhã desta quinta-feira, dia 21 de dezembro, concordando, conforme solicitado pelo sindicato, com a realização de uma nova reunião no dia 5 de janeiro de 2018, em Frankfurt, para prosseguirem “as negociações sobre um Acordo Coletivo de Trabalho para a Alemanha”.

A nota de imprensa da Ryanair indica que o sindicato Vereinigung Cockpit confirmou que a Comissão de Pilotos da Ryanair não foi eleita pelos associados que trabalham na companhia irlandesa e que integra um antigo piloto da Ryanair que voou 15 meses com a companhia e que está atualmente em litígio judicial com a empresa aérea de baixo custo.

A Ryanair explica que “estava feliz em negociar com os seus pilotos alemães e com os funcionários do VC, mas que não entraria em negociações com pilotos não-Ryanair, ou um piloto que não é da companhia e que está em litígio com a Ryanair.

A companhia irlandesa anunciou que escreveu aos seus pilotos alemães na tarde desta quinta-feira, dia 21 de dezembro, pedindo-lhes que trabalhem o dia normal para evitar interromper os planos de viagem de milhares de passageiros alemães durante a semana de Natal.

A Ryanair diz que irá continuar a envolver-se com o sindicato VC e os seus pilotos alemães para tentar negociar o novo acordo colectivo de trabalho no início de janeiro.

A companhia pede desculpas aos seus clientes por qualquer eventual interrupção de serviço e pede aos seus pilotos na Alemanha para colocarem as necessidades dos clientes em primeiro lugar durante a semana de Natal.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica