Bem-vindo, !|Sair

Situação agrava-se no Iémen – Aeroporto Internacional de Aden encerrado

O Aeroporto Internacional de Aden foi encerrado hoje, quarta-feira, dia 24 de Janeiro, pelas autoridades do Sul do Iémen, leais ao Presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, como sinal da sua solidariedade face à ocupação do palácio presidencial, na cidade de Sana, capital do país, por parte de milícias xiitas.

Num comunicado distribuído o comité de segurança da província de Aden anuncia o encerramento do aeroporto e do porto para protestar contra o que consideram ser atentados ao símbolo da soberania iemenita e a legalidade do Presidente da República.

O Aeroporto de Aden é utilizado pela companhia nacional, a Yemenia Airways e ppor outras empresas de transporte aéreas regionais e internacionais, nomeadamente: African Express Airways, Felix Airways, FlyDubai, Royal Jordanian Airlines, Saudi Arabian Airlines (Saudia) e Turkish Airlines.

O Aeroporto Internacional da capital iemenita, em Saana, continua aberto e funciona normalmente. As últimas notícias dão conta de que os combates pela posse do Palácio Presidencial, se desenrolam na zona em que estão situados os edifícios governamentais e a residência do Presidente Mansour Hadi.

O Iémen é um país árabe que ocupa a extremidade sudoeste da Península da Arábia. A situação política no país é muito instável desde há algum tempo, devido às milícias que lutam pelo poder, algumas delas ligadas a reconhecidos grupos terroristas internacionais. Esta semana diversos canais televisivos internacionais classificam a situação que se vive no país de caos.

 

  • Foto: Andre Wadman

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica