Bem-vindo, !|Sair

Antonov An-12 semeia toneladas de ouro, prata e pedras preciosas na descolagem…

A Unicâmbio dá milhas 1€=1Milha


 

Destroços da porta que caiu do Antonov An-12BP.

Um avião cargueiro Antonov An-12BP, de matrícula russa RA-11130, pertencente à companhia Nimbus Airlines, foi protagonista nesta quinta-feira, dia 15 de março, de um incidente curioso, que ‘fez chover’ ouro, prata e pedras preciosas num extensão de alguns quilómetros, noticia a imprensa siberiana.

O avião estava a descolar da pista do Aeroporto de Yakutsk, na Sibéria Oriental, quando parte da porta de carga traseira cedeu e deixou cair vários lingotes de 20 quilogramas de ouro e prata, além de gemas de pedras preciosas que estavam carregadas, acondicionadas em caixas de madeira abertas, a bordo do aparelho.

Imagem obtida após o pouso da aeronave, em que se vê o rombo que sofreu na fuselagem e por onde saíram os lingotes de ouro e prata.

A abertura da porta, de um onde se soltaram alguns elementos, encontrados mais tarde na área do aeroporto, fez sair a maioria da carga, não havendo notícia do que terá sido recuperado ou de quantas toneladas se terão perdido na fase de subida do avião, que ainda percorreu 26 quilómetros até pousar em segurança no aeroporto de Magan, no noroeste de Yakutsk.

Um jornal siberiano revelou que a preciosa carga do Antonov An-12BP estava avaliada em cerca de 368 milhões de dólares norte-americanos. Sobre o aeroporto foram recolhidos, com a ajuda de agentes policiais e de segurança 172 barras de ouro e prata.

O avião dirigia-se para Krasnoyarsk. Tinha partido da Mina de Kupol, onde embarcara a carga e fez uma escala em Yakutsk, onde a queda da porta provocou o incidente que o retém agora em Magan.

A zona está coberta de neve pelo que se tornará difícil encontrar os lingotes, já que ao cair no gelo ficam cobertos dificultam a sua procura. Forças policiais estão a ajudar nas buscas e procuram manter a população afastada da trajetória do avião.

A carga da aeronave era propriedade da empresa ‘Chukota Mining and Geological’, cujo capital social é detido em 75% pela empresa canadiana ‘Canadian Kinross Gold’. O restante (25%) pertence ao governo russo.

 

  • Fotos © Siberian Times

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica