Companhia angolana Bestfly aluga dois aviões ATR 72-600

A ATR, fábrica europeia de aviões turboélices de transporte regional, confirmou que a companhia aérea angolana Bestfly vai voar com dois aviões ATR 72-600, que acabam de ser alugados à empresa de leasing Acia Aero.

A notícia foi revelada nesta terça-feira, dia 18 de junho, no Paris Air Show, e surge na sequência de negociações que estavam a ser desenvolvidas desde há algum tempo com o patrocínio da ATR, que irá fornecer serviços de manutenção e treino dos pilotos e técnicos da companhia angolana que receberá em julho deste ano as novas aeronaves, ambas usadas, e que serão utilizadas em serviços de transporte corporativo (empresas e personalidades) e para fretamentos.

Nuno Pereira, director executivo da Bestfly, é citado num comunicado distribuído pela ATR e pela Acia Aero, e descreve os novo modelo de avião que integrará a frota da sua empresa descreve o ATR 72-600 como “um avião que assegura a conectividade regional em todo o mundo graças aos seus custos operacionais imbatíveis e à sua fiabilidade de desempenho de 99,7%, o que o torna a aeronave ideal para nossos clientes corporativos”. O contrato, acrescenta, é “um marco significativo na vida da Bestfly, passando de uma operadora aérea puramente corporativa a uma operadora de aeronaves que sempre procura soluções que melhor atendam às necessidades de nossos clientes corporativos por meio de relacionamentos estratégicos como este, com a Acia Aero e a ATR”.

Presentemente, a frota da Bestfly é constituída por aeronaves executivas Bombardier, modelos Learjet, Global Express e Gulfstream.

Fabrice Vautier, vice-presidente da ATR, considera que “é sempre gratificante receber uma nova operadora com altos padrões como a Bestfly e ver os nossos aviões voando em um novo país. A decisão da Bestfly faz todo o sentido. O ATR 72-600 consome 40% menos combustível e emite 40% menos CO2 que os jatos regionais, uma vantagem inegável para os operadores”.

Mark Hurst, diretor executivo da Acia Aero, disse, por seu lado, que está satisfeito com a colaboração entre as três empresas que permitiu a introdução da ATR na República de Angola. “Graças à sua eficiência económica e flexibilidade operacional, a plataforma ATR, que opera em configurações de passageiros ou de carga (…), é perfeitamente adequada para viagens de negócios e voos fretados”, disse Hurst.

Um dos aviões que irá integrar a frota da Bestfly é um antigo ATR 72-600 que esteve ao serviço da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, entre dezembro de 2012 e abril de 2016 (então com o registo PR-AQD). Tem registo de fábrica (MSN) 1060 e saiu de fábrica em 2012.

 

  • Foto  © www.aeropolis.it

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica