Bem-vindo, !|Sair

Controladores de tráfego aéreo que cometeram grandes erros continuam em funções

Em aeroportos e centro de controlo de tráfego aéreo nos Estados Unidos, controladores de tráfego aéreo que cometeram grandes erros continuam em funções, sem perda de nível ou salário, denuncia uma investigação do Channel 2. Alguns destes erros foram destacados em processos federais como factores que contribuíram para acidentes comerciais e de aviação geral catastróficos.


Quando inquirida pela investigação do Channel 2, a FAA escusou-se a citar um único caso de um controlador de tráfego aéreo que tenha sido despedido por incompetência. Em alternativa, a FAA forneceu informações de como lida com tais erros de uma forma geral: “a FAA aprendeu através da experiência que uma cultura de segurança não punitiva encoraja os empregados a partilhar informação e dá azo a um debate franco e aberto sobre situações que poderiam, de outro modo, estar relutantes em levar à atenção de um supervisor”, justifica esta entidade. “Em casos envolvendo negligência intencional ou desrespeito dos deveres por parte de um empregado, a agência não hesita em tomar as medidas apropriadas definidas nas suas políticas e acordos negociados colectivamente”, acrescenta.

Um recém-reformado controlador de tráfego aéreo que trabalhou no Controlo de Tráfego da Houston’s Air Route foi culpado, em 2009, de um acidente fatal no espaço aéreo do Texas. Ficou provado que omitiu chamadas de aviso e de não estar a usar os seus óculos, como devia, na altura do acidente. Quatro pessoas morreram neste acidente com um bimotor Beechcraft. Um colega que não conseguiu explicar no seu depoimento em tribunal porque não interveio quando notou que o Beechcraft iria ter problemas também permaneceu em funções no mesmo centro de controlo de tráfego aéreo. Também em 2009, um controlador aéreo do aeroporto de Teterboro foi punido por monitorizar o espaço aéreo enquanto conversava com a namorada, tendo-lhe sido parcialmente atribuída a culpa por uma colisão no ar entre o avião e um helicóptero. Um directório da FAA demonstra que o referido controlador aéreo trabalha agora num centro de operações de controlo de tráfego aéreo na Virgínia.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica