Bem-vindo, !|Sair

Governo brasileiro garante operacionalidade dos aeroportos durante a Copa do Mundo

Os aeroportos estão preparados para atender brasileiros e estrangeiros que pretendam viajar de avião durante a Copa do Mundo. A declaração foi feita ontem pelo ministro-chefe da Aviação Civil, Moreira Franco, tendo por base o esforço que os órgãos aeroportuários tiveram, nos últimos meses, para montar o ‘Manual de Operações para a Copa do Mundo de 2014’, anuncia uma nota de imprensa da Secretaria da Aviação Civil (SAC)

O documento foi lançado ontem, em Brasília, e detalha a infr-estrutura aeroportuária disponível e as acções que serão colocadas em prática durante os 45 dias de evento.

“Todo o nosso é esforço é para garantir segurança, tranquilidade e conforto. Temos certeza que essa infra-estrutura vai sustentar. Não é o mundo que vem para a Copa do Mundo no Brasil, é o Brasil que vai para todo o mundo”, enfatizou o ministro Moreira Franco. “Temos que estar habituados que os aeroportos deverão ser constantemente modernizados. Hoje, este modal já é um transporte colectivo, mas poderá a vir a ser um transporte de massa”, acrescentou.
Cerca de 90 aeroportos em todo o Brasil foram disponibilizados para receber os grupos de viajantes que se deslcoam por causa da prova máxima do futebol mundial. Nesta conta estão incluídos as bases aéreas e os terminais das cidades-sede e das cidades de apoio.

O quadro de funcionários dos órgãos aeroportuários também foi reforçado em 209% e, segundo o ministro, poderá se transformar em legado da Copa para o país. “Uma das preocupações é garantir condições para que a Polícia Federal possa ter um desempenho que dê conforto aos passageiros. A expectativa e o esforço que o governo vem fazendo é que a PF garanta maior agilidade e conforto nos procedimentos de entrada no país para o período pós-copa também para beneficiar os brasileiros”, disse o ministro.

Haverá, ainda, um incremento de 123% de vagas para aeronaves nos aeroportos brasileiros, onde os aviões comerciais e jactos executivos ficarão estacionados. “A partir de 14 de Maio vamos começar a receber os pedidos de slots para jatos executivos para que a organização seja cautelosa, segura e conte com tempo necessário para todos se programarem”, explicou o ministro.

Terminal temporário e provisório em Fortaleza
O ministro ainda deu destaque ao Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins que, como não terá as obras prontas a tempo do mundial, receberá um terminal temporário para atender aos passageiros de forma adequada. Segundo Moreira Franco, a estrutura foi utilizada na Copa do Mundo da África do Sul e em Londres e deverá ser desmontada após a reunião de autoridades dos países que formam o BRICS (Brasil, Rússia, India, China e África do Sul), prevista para após o fim do mundial.
“Tenho certeza que imediatamente após este evento, a Infraero tomará as medidas necessárias para que possamos viver uma época em que os contratos sejam respeitados. Temos que obrigar as pessoas a cumprir contratos”, defendeu. O governante brasileiro garantiu, no entanto, que os demais aeroportos não vão precisar de qualquer plano alternativo.

 

  • Governo brasileiro lançou ontem em Brasília o ‘Manual de Operações para a Copa do Mundo’, que detalha a infra-estrutura aeroportuária e as acções que serão colocadas em prática durante os 45 dias de evento. Foto: SAC

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica