Bem-vindo, !|Sair

LAM passa a receber cartões de débito nas vendas de bilhetes pela Internet

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique introduziu um novo modelo de aquisição de passagens aéreas via Internet, que permite o uso cartões de débito, dentro e fora do país, anunciou a Agência de Informação no portal estatal.

O sistema instalado anteriormente permitia apenas o uso de cartões de crédito. Para o efeito, basta aceder a página oficial da LAM, e através das devidas ferramentas opcionais, pode-se obter uma senha, que é enviada no correio electrónico do utente.

O sistema, orçado em 25 mil dólares, permite o uso de todos os cartões de débito emitidos pelos bancos registados em Moçambique. Falando em conferência de imprensa, esta semana, em Maputo, o director comercial da LAM, Faustino Massitela, garantiu que esta iniciativa demonstra o compromisso da companhia aérea na introdução de serviços modernos.

 

LAM pretende aumentar cota de vendas de bilhetes pela Internet

Segundo Massitela, o método orienta o utente a usar cada vez mais as novas tecnologias, por estas oferecerem “maior conforto, rapidez, conveniência, autonomia e segurança”.

Explicou que o plano estratégico da empresa, cuja execução iniciou este ano, definiu um crescimento contínuo de vendas por Internet, que deverão atingir cerca de 30 por cento até 2018.

“O lançamento deste serviço reforça o nosso comprometimento para a materialização deste objectivo”, disse, para de seguida considerar que a compra de bilhete através da Internet beneficia o utente na facilitação de visualizar o horário de voos, escolha da data conveniente em função do preço.

Por seu turno, o gestor de Vendas por Internet, Abdul Amade, explicou que o utente deve aceder a página da Internet da LAM, efectuar as devidas opções e, no correio electrónico recebe o número do bilhete de passagem.

Com o cartão de débito, o utente pode comprar uma passagem, bastando inserir dados numéricos visíveis nos cartões (número do cartão, que está na parte frontal, e o código bancário, que está no verso).

Amade, que demonstrou passo-a-passo a compra do bilhete on-line, garantiu que o sistema é seguro e cómodo. “O bilhete cai no e-mail do cliente e, sabe-se que a senha do e-mail é pessoal”.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica