Queda de avião com paraquedistas em São Paulo provoca dois mortos

Um avião Cessna C208 Caravan, matrícula PT-OQR, caiu ao princípio da tarde desta quarta-feira, dia 11 de maio, em Boituva, no interior do Estado de São Paulo, no Brasil. Levava a bordo 16 pessoas, sendo um piloto e 15 paraquedistas que se preparavam para mais um salto. Dois dos ocupantes morreram e cinco encontram-se hospitalizados em estado grave, revelaram fontes da Prefeitura de Boituva.

O acidente ocorreu pelas 12h13 locais (16h13 UTC) e terá sido provocado pelo embate da aeronave numa linha de transporte de energia elétrica (alta tensão). O avião tinha descolado há pouco tempo e o piloto tinha detetado uma anomalia técnica pelo que solicitou o regresso ao aeródromo de partida. Perdeu demasiada altitude e quando estava a fazer a aproximação esbarrou numa linha de alta tensão, o que provocou o capotamento do aparelho e a queda num terreno de pasto. Não houve incêndio.

O Centro Nacional de Paraquedismo do Brasil e outras escolas de pilotos estão localizados em Boituva, pelo que se trata de uma zona com grande atividade aeronáutica, nomeadamente de lançamento de pára-quedistas, com dezenas de largadas diárias.

O avião sinistrado já tinha estado envolvido num outro acidente, em julho de 2012, quando colidiu no ar com um grupo de três paraquedistas que tinham sido lançados pela própria aeronave, tendo um deles morrido.

 

  • Notícia em desenvolvimento – atualizada às 19h20 UTC
  • Foto: Divulgação/Prefeitura de Boituva

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica