TAP esclarece em comunicado interno notícia sobre os A330-900neo

A TAP Air Portugal esclarece que “não existe qualquer limitação de passageiros” na operação dos novos aviões Airbus A330-900neo que já se encontram ao serviço da companhia nas rotas de Lisboa para o continente americano, nomeadamente para o Brasil. Antes pelo contrário, “têm tido uma eficiência operacional maior do que a média da frota da TAP e acima da expectativa do fabricante”, lê-se num Comunicado Interno que foi enviado neste sábado, dia 16 de fevereiro, aos trabalhadores da empresa.

A TAP distribuiu um documento interno que enviou por email aos seus funcionários, como resposta e esclarecimento a uma notícia publicada neste fim-de-semana pelo semanário ‘Sol’, de Lisboa, que divulga, com grande destaque de primeira página, um texto que aborda alguns constrangimentos na operação dos novos aviões da empresa, segundo a matéria lá exposta. “A TAP repudia de forma veemente todas as acusações falsas e infundadas divulgadas hoje na edição do jornal SOL, acerca das novas aeronaves NEO”, destaca o comunicado a que o ‘Newsavia’ teve acesso.

“As novas aeronaves estão aptas a fazer voos com lotação máxima. Em qualquer voo, de qualquer aeronave, o payload de carga é ajustado aos passageiros e ao volume de combustível abastecido”, esclarece a companhia que, adiante, assegura que “os primeiros três meses de operação destas aeronaves foram um absoluto sucesso, avaliado e comprovado pela Airbus”.

Respondendo a uma outra questão expressa na matéria publicada pelo ‘Sol’, a TAP esclarece que “os novos aviões A330 NEO já estão certificados para os Estados Unidos”.

O comunicado transcreve depois uma citação de François Caudron, vice-presidente da Airbus: “O Airbus A330neo tem tido uma ótima performance desde a sua entrada ao serviço da TAP. Os novos A330neo já têm certificação da EASA para ETOPS 300 minutos, o que comprova a fiabilidade dos motores Rolls-Royce Trent 7000”(LINK notícia relacionada).

O comunicado interno da TAP aos seus trabalhadores diz que o jornal deveria ter procurado, junto da Direção de Comunicação da companhia aérea, esclarecer as informações que originaram a notícia e termina com este parágrafo: “A TAP reserva-se o direito de acionar os meios que lhe assistem ao abrigo da lei para que, de uma vez por todas, termine a forma desrespeitosa com que este jornal trata os trabalhadores e fornecedores da TAP, ignorando ainda a ética e deontologia jornalística.”

A TAP Air Portugal tem presentemente três aviões A330-900 ao seu serviço. Nas próximas semanas receberá mais duas unidades (LINK notícia relacionada) de uma encomenda de 21 aparelhos deste modelo que irão modernizar e reforçar a frota de longo curso da companhia aérea portuguesa e que chegarão, na totalidade, até ao segundo semestre do próximo ano.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica