Bem-vindo, !|Sair

Tripulantes da TAP assaltados no Panamá já regressaram a Portugal

Já regressaram a Lisboa os tripulantes da TAP que foram assaltados e desapossados dos seus documentos e outros valores, quando estavam a fazer ‘check-in’ na recepção do Hotel Marriot, na Cidade do Panamá, na passada sexta-feira, dia 14 de Agosto. (Vide nossa notícia anterior).

Os sete comissários de bordo foram surpreendidos por um bando armado que lhes exigiu a entrega dos valores e documentação em sua posse, sem quaisquer possibilidades de retorno, já que a polícia não conseguiu até ao sábado localizar os marginais autores do assalto.

Embora o hotel tenha desmentido a ocorrência, o que está a criar mal-estar junto das tripulações da TAP que esperavam outra atitude da parte da unidade hoteleira pertencente a uma reputada cadeia internacional, o incidente foi confirmado pela companhia aérea e pela APTCA – Associação Portuguesa de Tripulantes de Cabine.

A APTCA, que desde o primeiro dia tem acompanhado e informado os seus associados, num post colocado ontem, sábado, dia 16 de Agosto, na sua página de Facebook, tinha informado que a situação documental dos colegas tinha sido resolvida “com a importante ajuda dos representantes da TAP no Panamá e em Bogotá, bem como do chefe de escala no Panamá e do Cônsul Honorário de Portugal”. Dessa forma os tripulantes portugueses puderam viajar para Lisboa, no voo TP159, tal como previsto na sua escala de serviço, que partiu no sábado da Cidade do Panamá e aterrou hoje, domingo, no Aeroporto Internacional de Lisboa, pelas 13h55, hora local. Este voo é triangular e faz o percurso Lisboa-Bogotá-Cidade do Panamá-Lisboa, uma das novas rotas da TAP inaugurada em Julho passado. A troca de tripulação está a ser feita na Cidade do Panamá, onde a tripulação que chega é rendida pela que já está no País chegada num voo anterior. A frequência dos voos é de quatro por semana. (Vide notícia relacionada)

Os tripulantes da TAP, que viajaram em serviço normal dando assistência aos passageiros que embarcaram para Portugal, entraram na fronteira portuguesa com documentação passada pela Embaixada da Alemanha no Panamá, bem como das autoridades panamianas, segundo refere a nota da APTCA postada na sua página de Facebook.

 

  • Avião da TAP Portugal estacionado no Aeroporto Internacional El Dorado, em Bogotá (Colômbia). Foto: Javier Franco Topper

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica